quinta-feira, 16

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

Polícia registra cinco ocorrências do golpe do falso cartão em Canoinhas

Últimas Notícias

- Ads -

Polícia Militar alerta que os bancos, em hipótese alguma, enviam alguém da agência para pegar o cartão na casa do cliente

 

 

A Polícia Militar (PM) de Canoinhas atendeu a mais uma ocorrência de estelionato envolvendo o golpe do falso cartão na tarde desta quinta-feira, 18.  Segundo a PM, essa nova solicitação aconteceu por volta das 16h45, na rua Gustavo Brandes, no bairro Jardim Esperança.

 

 

A solicitante relatou que recebeu uma ligação telefônica em seu telefone residencial e que por isso não possuía o número de quem ligou. Disseram que seu cartão havia sido clonado ou que, em razão de ter sido emprestado para alguém, havia sido realizados dois empréstimos de R$ 500 e uma compra de R$ 1 mil em Florianópolis. Disseram-lhe, nesta ligação, que seu cartão seria bloqueado, citaram seu nome completo por diversas vezes, mas que precisavam de mais algumas informações como o número do cartão e o código de segurança.

 

 

 

A mulher foi orientada pela equipe policial sobre os procedimentos a serem tomados, como o bloqueio imediato do cartão para evitar eventual consumação da fraude.

 

 

 

A Polícia registrou outras três ocorrências na mesma modalidade de golpe. Duas foram registradas pela manhã e a outra à tarde. Nas duas primeiras ocorrências, um morador do distrito do Campo d’Água Verde e outro do Alto das Palmeiras, relataram a mesma situação. O golpista entrou em contato com as vítimas, informando uma suposta compra em seus cartões, realizadas em Florianópolis, que o caso estava em análise, e era para realizar uma perícia no cartão, que uma pessoa iria até sua casa apanhar o cartão. Em seguida, os golpistas orientavam as vítimas a ligarem para o número 0800, que fica no verso do cartão. As duas vítimas relataram terem passado o número do cartão e a senha por telefone.

 

 

 

Ainda na tarde desta quinta, a Polícia Militar recebeu outra ligação. O solicitante relatou que sua mãe havia sido vítima do golpe. Os dois estavam em uma agência bancária e foram orientados a registrarem o boletim de ocorrência diretamente na Delegacia de Polícia Civil.

 

 

 

Houve ainda uma quinta ocorrência, de um agricultor de Canoinhas que perdeu R$ 3 mil no golpe também nesta quinta-feira. A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia Civil.

 

 

 

 

COMO O GOLPE É APLICADO

A vítima recebe uma ligação dos golpistas relatando ser do banco ou da operadora do cartão e é avisada que foram feitas compras irregulares em seu cartão de crédito. Ela é aconselhada a entrar em contato com um 0800, porém, ao ligar para o número a chamada é desviada e volta para a central do grupo criminoso. Neste momento, os golpistas solicitam a digitação da senha e avisam que um funcionário irá até a casa da vítima para recolher o cartão, que estava supostamente fraudado, para perícia.

 

 

 

Depois de ter o cartão e senha em mãos, os criminosos retiram todo o valor disponível na conta bancária. Na tentativa de tentar resolver um falso golpe, no entanto, a vítima acaba caindo em um verdadeiro.

 

 

 

 

FIQUE ATENTO

A Polícia Militar (PM) de Canoinhas frisa que os estabelecimentos bancários em hipótese alguma enviam agentes para a retirada de cartões e nem solicitam senhas pessoais por telefone. Desconfie de desconhecidos que ligam ou enviam mensagens que solicitem dados pessoais. Neste caso, desligue imediatamente o telefone e ligue no banco ou prestadora de serviços do cartão e se informe, ou faça isso pessoalmente em uma agência.

 

 

 

Em caso de suspeita de golpe, ligue para o telefone 190 da Polícia Militar ou no disque-denúncia da Polícia Civil, através do número 181.