quinta-feira, 2

de

dezembro

de

2021

ACESSE NO 

Polícia atende 33 ocorrências de descumprimento de decreto estadual

Últimas Notícias

- Ads -

Decreto proibiu aglomerações e abertura de comércio não essencial

 

 

Policiais militares do 3º Batalhão de Polícia Militar prosseguiram com a intensificação das fiscalizações sanitárias durante o fim se semana em cumprimento ao decreto estadual de combate à covid-19. Foram visitados 48 estabelecimentos comerciais nos municípios de Bela Vista do Toldo, Canoinhas, Major Vieira e Três Barras. No total, 33 ocorrências para averiguação de denúncias relativas à perturbação e aglomerações foram atendidas.

 

 

 

Destaque para a madrugada deste domingo, 14, quando policiais militares foram acionados na rua Marechal Deodoro para atender ocorrência de perturbação, sendo que os policiais já haviam orientado o proprietário em momento anterior. No local, a aproximadamente 50 metros de distância já foi possível ouvir a algazarra. Os policias pediram para que as pessoas que ali estavam fossem embora, pedido não atendido pelos participantes da reunião. O proprietário da casa foi informado que devido a um segundo deslocamento dos policiais até o local, e novo pedido de cessar a perturbação, iria ser feito um Boletim de Ocorrência na modalidade Termo Circunstanciado, em seu desfavor, pela desobediência em acatar as ordens emanadas por autoridade policial e pela perturbação ocorrida.

 

 

 

Horas depois, policiais militares foram chamados na rua Frederico Kohler, distrito do Campo d’Água Verde, para atender outra solicitação de perturbação. Uma mulher informou que seu vizinho estava com som perturbador desde às 19 horas do dia anterior. Ela chamou a PM às 6 horas. O som perturbador era ouvido em torno de 20 metros de distância da residência. Foram feitas várias tentativas de entrar em contato com o proprietário da casa, mas sem êxito. Após 15 minutos de tentativa os policiais entraram na residência pelo portão da garagem.

 

 

 

 

O dono da casa vai responder a Boletim de Ocorrência na modalidade Termo Circunstanciado. Segundo a PM, o local é alvo constante de denúncias de som perturbador. Em várias oportunidades policiais orientaram o acusado sobre a infração.