Polícia conclui inquérito sobre prisão de vice-prefeito de São Bento do Sul

Vice-prefeito Marcio Dreveck/Divulgação

Suspeito foi indiciado pelos delitos de concussão, que consiste em exigir valor indevido em razão do cargo e por corrupção passiva

 

 

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de São Bento do Sul concluiu o inquérito policial referente à investigação que resultou na prisão preventiva do vice-prefeito de São Bento do Sul, Marcio Dreveck. A apuração dos fatos foi iniciada há mais de quatro meses com a realização de várias diligências e utilização de técnicas especiais de investigação. Ao todo, 19 pessoas foram ouvidas durante o procedimento.


 

 



Segundo o delegado da DIC, Gustavo Muniz Siqueira, o suspeito foi indiciado pelos delitos de concussão, que consiste em exigir valor indevido em razão do cargo, bem como por corrupção passiva, quando a conduta de exigir passa a ser solicitar ou receber. No caso da corrupção passiva, houve indiciamento em nove casos distintos.

 

 

 

O relatório final foi encaminhado nesta quarta-feira, 10, e toda a documentação afeta havia sido juntada no decorrer dos últimos dez dias. Com a conclusão do feito a Polícia Civil encerra suas atividades, ficando o investigado, que ainda está preso, à disposição do Ministério Público e do Poder Judiciário. A prisão preventiva foi cumprida no dia 1º deste mês, quando foi apreendido com o suspeito dinheiro (R$ 1,7 mil) com cédulas marcadas e recebidas de um servidor como suposto pagamento do cargo comissionado, conforme apurou a investigação da Polícia Civil.

Deixe seu comentário: