Polícia Civil e Militar investigam sumiço de peça de britador do Município de Canoinhas


Britador do Rio do Pinho/Arquivo

Suspeita é de que a peça tenha sido furtada da Secretaria de Obras

 

 

SUMIÇO

Repercutiu mal a fala do vereador Gil Baiano (PL) anteontem na sessão da Câmara de Vereadores sobre o conserto do britador do Rio do Pinho, destacado pela coluna de ontem. Baiano reclamava, sobretudo, da falta de resposta a um requerimento feito em fevereiro pelo cel Mario Erzinger (PSD) cobrando informações a respeito. Em um passe de mágica, a resposta ao requerimento foi parida em tempo recorde, sob a alegação de que já tinha sido protocolada, mas, o sistema (esse danadinho) não tinha completado a transmissão do documento do Executivo para o Legislativo.

 

 

 

 

“Informamos que o ofício respondendo o requerimento 067/2020, de autoria do vereador Mário Renato Erzinger, foi protocolado via site da Câmara em 9 de março. Por falha no sistema, este ofício, no entanto, não foi recebido pela Casa de Leis. O documento com seus anexos constam nos arquivos da Secretaria de Obras”, disse o Município em nota à coluna enviada logo depois da publicação.

 

 

 

A nota informa ainda que uma das peças do britador foi furtada e um boletim de ocorrência foi registrado. O caso está sendo investigado pelas Polícias Civil e Militar.

 

 

 

“Esclarecemos que o reparo parcial foi realizado por meio de processo licitatório e que o britador estava em operação até a interdição por questões ambientais. Tão logo o problema ambiental seja resolvido, o equipamento voltará ao funcionamento”, segue a nota. O conserto do britador custou R$ 70 mil e não tem garantia porque o responsável não manuseou o equipamento da maneira adequada. Sobre isso, o Município não se manifestou.

 

 

 

 

 

 

 

PESADINHO

A peça supostamente furtada é de bronze, pesa 60 quilos e custa em média R$ 7 mil. “Não foi tão fácil pegar essa peça, alguém se bateu pra fazer isso. Houve ciência dentro da Secretaria que isso aconteceu? Será que alguma providência administrativa foi tomada?”, questionou o presidente da Câmara, Paulo Basilio (MDB). Ele sugeriu um requerimento verbal para que o Executivo se manifeste sobre que tipo de ação foi desencadeada a partir do suposto furto.

 

 

 

 

 

 

 

FIO DESENCAPADO

O mais curioso e lamentável é que o povo não ficaria sabendo de nada sobre o desaparecimento da peça não fosse o vereador Gil Baiano nutrir sentimento de vingança pelo Executivo por ter tirado dele a presidência da Câmara na última eleição.

 

 

 

 

 

 

 

SUSPENSOS

O PSL-SC determinou, na noite dessa segunda-feira, 18, a suspensão por sete meses de quatro deputados estaduais em Santa Catarina. A aplicação da punição foi decidida durante uma reunião da executiva estadual e tem como fundamento processos disciplinares envolvendo os parlamentares.

 

 

 

 

Com a decisão, Ana Campagnolo, Felipe Estevão, Jessé Lopes e Sargento Lima estão proibidos de trabalhar em nome do PSL na Assembleia Legislativa de Santa Catarina.

 

 

 

 

Entre as atividades está incluída a atuação em comissões como a CPI dos Respiradores, em que Lima é o presidente e Estevão integrante.

 

 

 

 

 

A suspensão torna ainda mais insustentável a já desgastada relação do governador Moisés com os deputados do próprio partido. Imagina dos demais.

 

 

 

 

 

 

 

 

DESGOSTOSO

Borba concede entrevista na Assembleia/Daniel Conzi/Agência AL

O ex-secretário de Estado da Casa Civil, Douglas Borba, pediu a renúncia do mandato de vereador em Biguaçu para o qual foi eleito em 2016.

 

 

 

 

“Após 12 anos de serviço público, ocupando cargos de secretário municipal e vereador, além de secretário de Estado, é chegada a hora de me desligar da atividade política para que posse me dedicar à família e às atividades privadas”, afirmou no documento. Ele segue às voltas com a denúncia de envolvimento na compra dos famigerados respiradores chineses.

 

 

 

 

 

 

 

PARÊNTESES

Laudecir Gonçalves, o Barriga/Paulo Ricardo/Divulgação

Vereador Laudecir Gonçalves, o Barriga, lembra que fez uma referência a viagem particular de um colega anteontem na sessão da Câmara, não em nome da Câmara. Os vereadores tresbarrenses não estão viajando em nome da Casa por causa da pandemia.

 

 

 

 

 

 

 

MAJOR VIEIRA

Aline Ruthes/Divulgação

Márcio Veiga/Divulgação

Na segunda-feira, 18, correligionários do PSDB, PP E PSL acenaram para uma futura coligação em chapa majoritária para disputar a Prefeitura de Major Vieira. A princípio Aline Ruthes, do PSDB, e o vereador Márcio Veiga (PP) são pré-candidatos a prefeita e vice. Nos próximos dias novas conversas devem definir o futuro da coligação.

 

 

 

 

Foram cumpridas as orientações de não aglomeração de pessoas e o uso de máscara, bem como da distância mínima entre os presentes no ato de segunda-feira.

 

 

 

 

 

 

 

 

ELETIVAS

Em reunião com o deputado estadual Dr. Vicente Caropreso (PSDB) e representantes de entidades médicas, o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, destacou que nesta quarta-feira, 20, o governo do Estado fará o anúncio da retomada das cirurgias eletivas. Procedimentos médicos que não fossem de emergência ou urgência estavam suspensos desde o mês de março devido à pandemia de covid-19.  O regramento e os critérios para a retomada serão definidos em portaria que será publicada no diário oficial.

 

 

 

 

 

 

 

 

PERSPECTIVA

O esperado pico da pandemia de covid-19 deve ocorrer nesta semana, no Brasil, de acordo com um modelo matemático feito por pesquisadores da Coppe/UFRJ, Marinha do Brasil e Universidade de Bordeaux, na França. Ainda segundo o modelo, o número de registros deve começar a se estabilizar no fim do mês de julho, quando alcançar um patamar de 370 mil. Este número pode chegar a 1 milhão, se forem levados em consideração os casos não reportados.

 

 

 

 

 

Se o estudo estiver certo, Canoinhas e região têm tudo para passar praticamente incólume à pandemia. Com 12 casos confirmados e apenas dois internamentos até o momento, na melhor das hipóteses este será o nosso pico. Porém, podemos viver um efeito retardado da pandemia, enfrentando o nosso pico semanas depois dos grandes centros, possibilidade que já foi indicada por outros estudos que comparam as metrópoles ao interior.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BÔNUS

A Câmara de Canoinhas vai apreciar projeto de lei que concede bônus salarial a quem está na linha de frente do combate à covid-19. Médicos receberiam R$ 2,5 mil de bônus; enfermeiros, R$ 1 mil; técnicos de enfermagem, R$ 700; e serventes, R$ 350. “Os profissionais da saúde e que atuam no apoio a essas atividades estão tendo e terão uma dura e estressante jornada pela frente. O trabalho desempenhado pelos profissionais da saúde que atuam diretamente no enfrentamento do novo coronavírus, o que vem sendo chamado de linha de frente de combate, acabam por exercer suas atividades em condições de estresse muito aquém da tensão normal da atividade de saúde de emergência. Medidas como a ora proposta visam reconhecer o esforço desses profissionais”, justifica o prefeito Beto Passos (PSD).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COSIP AO HSCC

Vereadores de Canoinhas cobraram do prefeito Beto Passos (PSD) promessa feita por ele quando do aumento aprovado pela Câmara na taxa de iluminação pública, a famigerada Cosip. Eles afirmam que a população está cobrando a promessa do Executivo de destinar parte dos valores para o Hospital Santa Cruz, o que não teria ocorrido.

 

 

 

 

 

“Um secretário me disse que eu seria esmagado pelo trator do governo. Curioso que hoje o mesmo ex-secretário usa um trator para passar por cima do governo”

Paulo Basilio (MDB), em referência a um dos ex-aliados de Beto Passos





Deixe seu comentário: