Polícia Civil cumpre prisão preventiva de advogada suspeita de integrar organização criminosa


Divulgação/Polícia Civil

Prisão decorre de investigação da Polícia Civil sobre tráfico de drogas na região de São Bento do Sul e Planalto Norte

 

 

A Polícia Civil cumpriu a prisão preventiva expedida pela Justiça contra uma advogada suspeita de integrar uma facção criminosa em Santa Catarina e de estar associada ao tráfico de drogas na região de São Bento do Sul. A ação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de São Bento do Sul e foi realizada na terça-feira, 27.

 

 

A prisão decorre de investigação da Polícia Civil sobre tráfico de drogas na região de São Bento do Sul e Planalto Norte. A investigação apontou a existência de um núcleo do crime organizado que contava com a arrecadação de um “caixa 02”, com contribuição mensal de integrantes, cuja finalidade seria o financiamento de atividades ilícitas. O homem suspeito de gerenciar este “caixa 02” foi preso em operação conjunta das Polícias Civil e Militar em setembro, quando ocorreu o cumprimento de outros mandados de busca e apreensão nas residências de investigados.

 

 

 

Na sequência das investigações, a Polícia Civil apurou suspeitas de que a advogada estaria servindo como interlocutora de mensagens de criminosos presos para investigados ainda em liberdade, levando informações da rua e trazendo ordens de dentro do presídio para que fossem cumpridas pelos investigados soltos.

 

 

 

A prisão preventiva foi decretada pelo Judiciário após manifestação favorável do Ministério Público de SC, em representação da Polícia Civil. O cumprimento da ordem judicial contou com o acompanhamento de integrantes da diretoria da OAB/SC, conforme determina a legislação. O inquérito policial será finalizado nos próximos dias e encaminhado à Justiça.





Deixe seu comentário: