segunda-feira, 20

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

Passos ataca a imprensa para tentar explicar vídeo contraditório

Últimas Notícias

- Ads -

Pressionado por representantes do setor produtivo, prefeito disse que em Canoinhas “não se fecha nada”

 

 

Prefeito Beto Passos (PSD) usou as redes sociais para tentar explicar um vídeo no qual ele aparece ao lado do presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Cirineu Novack, do presidente do Sindilojas, Carlos Burigo, e do presidente da Associação Empresarial de Canoinhas (Acic), Reinaldo de Lima Jr, afirmando que “em Canoinhas não se fecha nada”.

 

 

 

No texto ele explica que, “como prefeito de Canoinhas, não vou decretar lockdown!”

 

 

 

A publicação segue afirmando que “as medidas em relação ao comércio de Canoinhas não ficarão mais rígidas do que as definidas pelo Governo do Estado de Santa Catarina.” Por lei, Passos pode tornar as regras mais rigorosas.

 

 

 

Na sequência ele ataca a imprensa. “Hoje pela manhã, estive com representantes da indústria e do comércio. Eles não foram lá para protestar como acusa de forma equivocada e mentirosa o Portal JMais. Pediram apoio do Município para que não haja lockdown decretado pelo Município. E este compromisso eu vou cumprir!”

 

 

 

Na verdade, os representantes do setor produtivo entregaram uma carta (leia abaixo) pedindo um posicionamento de Passos. Pouco antes eles lançaram uma campanha apelando pelo não fechamento do comércio, advertindo que portas fechadas agora poderiam não abrir mais. Foi a forma que os setores produtivos encontraram de protestar, chamando atenção para os efeitos do lockdown. A peça publicitária mostrando uma porta de loja fechada divulgada amplamente deixa isso claro.

 

 

 

“Por força de lei precisaremos, assim como os outros municípios, cumprir o decreto do Estado quando o Estado decretar o fechamento do comércio como ocorrerá neste final de semana”, seguiu Passos, ignorando o fato de nem sequer mencionar o decreto estadual no vídeo gravado ao lado dos representantes das entidades. Ao afirmar taxativamente que em Canoinhas não se fecha nada, Passos animou vários comerciantes que se preparavam para abrir as lojas neste sábado, já que o prefeito  não fez nenhuma menção ao decreto estadual que entrou em vigor na noite desta sexta, 12.

 

 

 

“Não teremos ações mais restritivas ao comércio e foi com esta informação que os representantes saíram da reunião realizada na manhã de hoje no gabinete da prefeitura”, esclareceu, agora, no texto publicado nas suas redes sociais.

 

 

 

“Os representantes do comércio saíram do meu gabinete muito bem informados e passaram as notícias para seus associados, essa é a verdade, não o que foi publicado pelo JMais”, completou, ignorando o fato de que a reportagem publicada na tarde desta sexta no site se baseia nas palavras dele mesmo, gravadas no vídeo abaixo:

 

 

O lockdown decretado pelo Estado para estabelecimentos considerados não essenciais começou a valer às 23 horas desta sexta e vale até segunda-feira, 15.