Nove pessoas contestam nome em relação de filiados a partido de Canoinhas


Reprodução de um dos pedidos de desfiliação

Podemos diz que houve equívoco

 

 

ME INCLUA FORA DESSA

Nove pessoas encaminharam ofício à Justiça Eleitoral contestando o fato de seus nomes constarem como filiados ao Podemos de Canoinhas. Eles alegam que foram surpreendidos pela informação de que estavam filiados no partido, sendo que jamais assinaram qualquer ficha de filiação no partido. As nove pessoas pedem abertura processo para apurar a conduta do partido.

 

 

 

 

Presidente do Podemos de Canoinhas, Roberto Todt diz que ao passar os filiados do Cidadania – esvaziado com o fim do PPS -, para o Podemos havia muitas pessoas que aceitaram a migração, contudo, “para facilitar pegamos uma lista dos filiados no sistema. Na hora de migrar acabamos passando nomes que não eram do nosso grupo”. Todt, que era presidente do Cidadania, afirma que alguns casos já foram devidamente desfiliados e encaminhados para o Cidadania. “Estes (nove) casos vamos passar para o Cidadania novamente”, garantiu. “Como a lista era grande a pessoa que fez a migração acabou se perdendo e colocando nomes a mais”, explica, garantindo que não houve má fé, apenas uma falha. Todt diz ainda que fará um pente fino nos atuais filiados.

 

 

 

 

O Podemos foi um dos partidos que mais cresceu em Canoinhas nos últimos anos. O partido (ex-PHS) saltou de 88 filiados em 2018 para 480 em 2020. O partido que apoia Norma Pereira (PSDB) lançou 15 candidatos a vereador.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DADA A LARGADA

Começou a batalha jurídica entre candidatos de Canoinhas. Ontem a coligação de Norma Pereira (PSDB) entrou com representação contra a coligação de Beto Passos (PSD) por acusação de propaganda eleitoral antecipada. A juíza eleitoral Marilene Granemann de Mello negou pedido de tutela provisória.

 

 

Tutela provisória é o mecanismo processual pelo qual o magistrado antecipa a uma
das partes um provimento judicial de mérito ou acautelatório antes da prolação da decisão final, seja em virtude da urgência ou da plausibilidade do direito.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

JINGLE

Também ontem o Ministério Público Federal pediu que o promotor eleitoral de Canoinhas, Renato Maia de Faria, investigue notícia de suposta irregularidade de uso de música em jingle da campanha de Ivan Krauss (PRTB), que estaria em desacordo com a Lei n. 9.610/1998, que altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências. O candidato parodia a música “Marcas do que se foi”, de autoria de Ruy Maurity. A denúncia é do PSB de Canoinhas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TEMPERATURA MÁXIMA

Na tarde desta quarta feira 14, o candidato a prefeito de Papanduva, Melk, acompanhado do candidato a vereador Thiago Viera, esteve em uma rádio local para entrega dos arquivos de programa de rádio e inserções. Na saída Melk diz que foi abordado por um locutor da emissora, que teria ido tirar satisfação porque Melk havia publicado em seu jornal impresso, que ele era “radialista forasteiro”. Melk teria justificado que o rapaz era nascido em São Bento do Sul, então, não era nascido na cidade de Papanduva.

 

 

 

 

Na sequência, o locutor teria partido para cima de Melk na intenção de agredi-lo.
A assessoria do candidato Melk diz que registrou um boletim de ocorrência e que irá comunicar o ocorrido à Justiça Eleitoral, para que a emissora de rádio garanta a integridade física da equipe de Melk que precisa ir até o local para entrega de material para propaganda eleitoral gratuita.

 

 

 

 

O locutor nega que tenha agredido o candidato. “Perguntei ao candidato se ele estava preparado para assumir uma prefeitura, sendo que ele não residia mais na cidade e sua esposa está morando na cidade de Biguaçu. Também perguntei se ele era um bom administrador. E sua resposta foi que ele me considerava um forasteiro. Em nenhum momento houve contato físico com o candidato, apenas um debate de palavras, do qual o candidato saiu sem terminar a conversa.” Em relação as futuras entregas de materiais, “considero o assunto encerrado, já que não tenho nada pessoal contra o candidato e nem com sua equipe e outras coligações que participam desse pleito”, acrescenta o locutor.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MAIS ALTO

Hospital Santa Cruz/Arquivo

Médicos de Canoinhas chamam atenção para o fato de que o custo do novo sobreaviso médico em cirurgia geral no Hospital Santa Cruz de Canoinhas (HSCC) não vai custar a mesma coisa que o serviço prestado de forma não presencial. O custo anterior era de R$ 31 mil mensais, enquanto que o serviço presencial vai custar R$ 110 mil mensais. O novo contrato engloba, no entanto, especialidades de cirurgia geral, cirurgia torácica, urologia e vascular. Além dos atendimentos de urgências e emergências, os médicos contratados, ficarão responsáveis em realizar o total de 300 consultas por mês e 60 cirurgias por mês.

 

 

 

 

O valor, segundo o HSCC, se refere a pagamento integral a equipe médica para execução dos serviços expostos acima. O cálculo feito em reportagem do JMais pelo presidente do HSCC, Reinaldo de Lima Jr, de que seria o mesmo valor pago anteriormente é feito somando as quatro especialidades.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OUTRA FILA

Portadores de HIV de Canoinhas estão indignados com a mudança no modo de distribuir medicamentos pelo Sistema Único de Saúde. Antes a distribuição ocorria no Ambulatório de Epidemiologia, de  modo bastante discreto, feito por uma única farmacêutica. Contudo, neste mês o protocolo mudou e os medicamentos passaram a ser distribuídos na Farmácia Municipal, que funciona na Policlínica, e na farmácia do posto do Campo d’Água Verde. Os locais são bastante abertos e movimentados e, temem os portadores de HIV, dão amplo acesso não só aos funcionários como a pessoas que porventura os vejam retirando os medicamentos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONTRAPONTO

A Secretaria de Saúde de Canoinhas disse que sempre preza pela discrição e sigilo das informações dos pacientes em todas as unidades de saúde. “A mudança da entrega dos medicamentos está sendo realizada atendendo a determinação de legislação que prevê que a entrega dos remédios seja realizada por profissional farmacêutico. Ademais, os pacientes soropositivos retiram já na farmácia da policlínica componente especializado. A partir de agora vão retirar a medicação e o componente no mesmo local.” A farmacêutica que trabalhava no Ambulatório de Epidemiologia foi relocada na Policlínica.

 

 

 

“Além disso, Canoinhas faz o atendimento como acontece em outros municípios, todos os atendimentos da assistência farmacêutica são na mesma farmácia, em uma sala privativa, e os pacientes não são expostos”, garante. Inegável, no entanto, que o fluxo de pessoas nas farmácias municipais é muito maior que no Ambulatório.

 

 

 

 

 

 

 

NA BERLINDA, PELA SEGUNDA VEZ

Reprodução

O 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Mauro de Nadal (MDB), convocou sessão extraordinária para a tarde desta quinta-feira, 15. A convocação foi anunciada ao final da sessão ordinária da manhã desta quinta.

 

 

Na sessão desta tarde, deve ser discutido e votado o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 11/2020, que trata do segundo pedido de impeachment do governador Carlos Moisés da Silva (PSL), referente à aquisição dos respiradores da Veigamed, a instalação do hospital de campanha de Itajaí, entre outras supostas irregularidades.

 

 

 

 

O PDL autoriza a instauração de um segundo processo por crime de responsabilidade contra Moisés. O procedimento é necessário para que a tramitação do impeachment tenha prosseguimento. Para isso, o PDL precisa ter ser aprovado com pelo menos 27 votos favoráveis (2/3 dos deputados).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EVENTOS

A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa aprovou nesta quarta-feira, 14, requerimento para realização de audiência pública para debater a possibilidade de retorno imediato das atividades do setor de eventos e feiras públicas. A proposição é do deputado Jessé Lopes (PSL), com data de realização prevista para o dia 21 de outubro.





Deixe seu comentário: