domingo, junho 20, 2021

ACESSE NO 

Norma Pereira e Beto Passos seria dobradinha ideal para 2022

Últimas Notícias

Passada a eleição de 2020, ambos galgaram degraus mais altos na política

 

 

 

2022 É LOGO ALI

Não foram poucas as farpas trocadas por Norma Pereira (PSDB) e Beto Passos (PSD) na eleição municipal. Mas, como política é dinâmica, menos de meio ano depois os dois já estavam sorridentes, juntos, em foto que registrou a visita da então deputada federal ao prefeito reeleito de Canoinhas.

 

 

 

Político que guarda mágoa não sai do lugar. Fato. Parece que ambos incorporaram essa máxima e miram o futuro. Norma subiu alguns degraus ao ser empossada deputada federal, mesmo que por um mês. Ganhou visibilidade regional e está com sangue nos olhos para a disputa de 2022. Os erros que cometeu na disputa municipal serviram para amadurecê-la enquanto política e a prova está no que fez neste um mês. Percorreu gabinetes em Brasília, em Florianópolis e, o mais importante em se tratando de 2022, os gabinetes dos prefeitos da região. Chamou atenção e se firmou como nome certo para a disputa do ano que vem.

 

 

 

 

Passos projeta seu futuro político sem alternativa além da de disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa. O cavalo está passando encilhado e Passos não é do tipo que perde oportunidades. Se não protagonizar a próxima eleição, fica inviabilizado em 2024 e terá de se contentar em, na mais otimista das perspectivas, ser coadjuvante de um possível governo de Renato Pike (PL) ou Wilmar Sudoski (PSD), nomes que despontam neste momento como os mais viáveis para as próximas eleições municipais do ponto de vista governista.

 

 

 

 

 

Dentro dessa perspectiva e repetindo o velho bordão da necessidade de unirmos esforços em torno de candidatos da região, os dois nomes somam em Canoinhas e têm boa penetração regional. Uma dobradinha entre os dois seria, portanto, ideal. Não existem, no momento, nomes mais viáveis. Se o pragmatismo, de ambos os lados, prevalecer, é nesse sentido que eles têm de começar a trabalhar desde já. Primeiro ponto é acertarem os ponteiros entre eles, depois convencerem seus partidos para, em seguida, dialogarem com outros partidos e, por fim, mas não menos importante, buscarem apoio regional.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

UNIDADE

Gelson Merisio (PSD) em Canoinhas em 2018/Reprodução

Gelson Merisio, que foi para o segundo turno em 2018 na disputa pelo governo, tem mexido com o PSDB. Ex-PSD, Merisio conversou com Beto Passos e oficializou um convite para que o prefeito de Canoinhas se alie ao ninho tucano. Estrategista, Passos tem avaliado que suas chances aumentam no PSDB em relação ao que se tem no PSD hoje caso encare a disputa à Assembleia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AMPLANORTE

A Amplanorte tem se firmado como força importante para unir as prefeituras do Planalto Norte. Conforme ventilado na entrevista que fiz com Norma Pereira no sábado, seria a instância ideal para formar uma frente de apoio a uma candidatura única a deputado federal e estadual na região.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VULNERÁVEIS

O Município de Canoinhas vai pagar R$ 480 mil para a Face Card administrar os cartões de crédito que serão distribuídos para famílias de baixa renda comprarem em cinco supermercados a serem credenciados itens da cesta básica. A contratação faz parte da nova política do governo Beto Passos com relação aos mais vulneráveis. A proposta é trocar a cesta básica montada pela Assistência Social pela autonomia dos vulneráveis em escolher os produtos que preencham suas necessidades. Haverá uma lista dos itens compráveis com o cartão, contudo.

 

 

 

 

 

 

 

 

“Um impeachment atrás do outro derruba o Estado”

do presidente do Tribunal de Justiça de SC, Ricardo Roesler

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

INTERINO

Reprodução/Facebook

Prefeito Beto Passos anunciou dois meses antes a nomeação de Eliane Krull para a Secretaria de Educação. Faltou dizer porque não o fez de imediato. Até lá Diogo Seidel responde interinamente pela pasta ao passo que segue como titular da pasta da Administração. Eliane explica que foi uma condição particular, já que precisa concluir seu tempo de magistério para fins de aposentadoria antes de assumir um cargo comissionado.

 

 

 

 

 

 

 

 

NÃO IMPORTA

Com todas as trapalhadas de Jair Bolsonaro à frente do Governo, os sulistas seguem sendo os que mais aprovam seu governo segundo as pesquisas do Instituto Paraná e do Datafolha divulgadas recentemente.

 

 

 

 

 

 

 

 

39

vezes mais que os mais pobres recebem os mais ricos em regiões metropolitanas do país

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Depois de um ano de pandemia, aprendemos muita coisa. Aqui no Brasil parece que não aprenderam nada”

triste constatação do presidente do Médicos sem Fronteiras, Christos Christou

Deixe seu comentário:

Você perdeu renda por causa da pandemia?