domingo, junho 20, 2021

ACESSE NO 

Nação Esportes desiste de representar Canoinhas na série B do Estadual, diz vice-prefeito

Últimas Notícias

Decisão veio depois de polêmica envolvendo compra de iluminação para o Estádio Ditão

 

 

 

 

DESISTIU

O Nação Esportes Clube desistiu de representar Canoinhas na série B do Campeonato Catarinense de Futebol. A decisão foi tomada depois da polêmica que culminou com a suspensão do edital de compra de um novo sistema de iluminação do Estádio Ditão, cedido por meio de lei ao Nação para treinar o time e receber os adversários durante a competição quando tivesse mando de campo. Em troca o Nação representaria Canoinhas no campeonato e se responsabilizaria pela manutenção do Estádio.

 

 

Foi justamente no ponto da manutenção que se iniciou a polêmica. Vereadores de oposição foram enfáticos em ligar a compra da nova iluminação ao custo de quase meio milhão de reais a uma necessidade do Nação cobrada pela Federação Catarinense de Futebol.

 

 

 

 

A informação de que o Nação irá oficializar a desistência de Canoinhas foi adiantada ontem pelo vice-prefeito Renato Pike (PL) no programa Fala Cidade, que este colunista apresenta na 98FM. Pike reafirmou que a compra da iluminação não tem nada a ver com o Nação e que está mantida. O edital foi suspenso, segundo ele, para uma adequação.

 

 

 

 

Pike bateu na oposição, afirmando que o empresário do Nação tinha outros planos para Canoinhas. “Não pudemos falar antes para não gerar falsas expectativas, mas ele iria trazer uma empresa que geraria vários empregos aqui para Canoinhas, mas isso agora não vai acontecer. Quer ver se a oposição, que tanto criticou, vai trazer esses empregos  para a cidade”, criticou.

 

 

 

 

 

 

Até a manhã desta quarta, porém, o Nação não confirmou a decisão de deixar Canoinhas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OFICIAL

A assessoria de imprensa do Município encaminhou nota oficial sobre a suspensão do edital de compra da nova iluminação:

 

 

“O edital da tomada de preços N.º FMEL 01/2021 foi suspenso para alteração relacionada à amplitude da tensão de operação dos projetores que passará de 80~305Vac para 90~305Vac.

 

 

Como há esta necessidade de alteração da tensão, haverá também maior detalhamento dos custos do projeto. O novo edital será publicado com as alterações em breve.

 

 

 

O Município de Canoinhas informa ainda que o Tribunal de Contas analisou o processo licitatório e afirmou que atende a legislação não encontrando qualquer irregularidade.”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

R$ 1 MILHÃO

Emenda do deputado estadual Dr. Vicente Caropreso (PSDB) no valor R$ 1.084.000,00 para equipar as escolas com novos equipamentos tecnológicos foi paga ao município de Irineópolis. Os recursos foram disponibilizados no dia 21 de maio pela Secretaria de Estado da Educação e serão usados para a compra de lousas interativas e equipamentos de informática.

 

 

 

No ano passado, outras duas emendas impositivas apresentadas pelo deputado Dr. Vicente beneficiaram o município com R$ 500 mil para as áreas de saúde e educação.

 

 

 

 

Ainda este ano outras duas emendas do parlamentar, uma de R$ 110 mil para à Apae de Irineópolis e outra de R$ 300 mil para a prefeitura aplicar no custeio da saúde, serão liberadas pelo governo do Estado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IRRITADO

Vereador Wilmar Sudoski (PSD) se exaltou ontem ao responder a críticas recebidas nas redes sociais. Ele fez uma defesa do Campo d’Água Verde, onde mora e faz parte de entidades sociais. Na sequência disse que “somos taxados por pessoas que falam grandes porcarias nas redes sociais. Isso deixa a gente indignado. São pessoas que se escondem por trás de um telefone celular. Que isso? O que está acontecendo? Cada um tem de pensar o que fala e sobre suas atitudes. Isso precisa ser dito. Toda ação tem uma reação. Não consigo admitir que pessoas instigadas por outros falem do que não conhecem. Precisamos nos respeitar”, pontuou.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Se Deus quiser vou pra 20 anos sem apresentação de projeto, mas algo eu tenho feito pra reconhecerem meu trabalho”

do vereador Gil Baiano (PL), respondendo às críticas e lembrando que já no quarto mandato ainda não apresentou nenhum projeto de lei

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FUNDO

A Câmara de Canoinhas aprovou nesta terça que o Fundo Rotativo Habitacional (Frohab) conceda desconto, a título de incentivo social, sobre o saldo devedor constante do instrumento contratual firmado entre o contratante e o Município de Canoinhas.

 

 

 

 

 

O desconto incidirá nos lotes adquiridos em loteamentos existentes há mais de quatro anos e incidirão sobre o valor constante nos contratos, devidamente corrigidos conforme índices oficiais, dele sendo excluídos juros, multa e taxa de custo operacional.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AMBULÂNCIA

No mesmo dia em que o vice-prefeito Renato Pike (PL) disse que não falta dinheiro pra saúde, vereadora Juliana Maciel (PSDB) mostrou uma foto de uma ambulância que seria do Município bastante precária, com uma corda segurando a porta. Ela cobra explicações do Município.

 

 

 

Ela ainda contou que o Estado teria requerido uma ambulância ao Município para ser usada pelo Serviço Móvel de Urgência (Samu).

 

 

 

Wilmar Sudoski disse que a situação é momentânea porque o Estado ficou sem ambulância para o Samu e a prefeitura de Canoinhas teve de emprestar a ambulância do Município. “Foi uma situação excepcional. O Estado já consertou a sua ambulância e vai devolver a que emprestou do Município”, afirmou Osmar Oleskovicz (PSD).

 

 

 

 

Gil Baiano (PL) acrescentou que será aberta uma licitação para compra de uma nova ambulância para o Município.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FUMAÇA

Vereador Marcos Homer (Podemos) questionou o porquê de o Município emprestar ambulância para o Estado quando uma empresa terceirizada é responsável pelo Samu. Ele lembrou que há pedido de uma CPI na Assembleia para investigar a empresa que presta o serviço ao Estado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

METROPOLITANA

Com parecer favorável do deputado Coronel Mocelin (PSL), a Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia aprovou a admissibilidade do PLC 1/2021, de autoria da deputada Paulinha (PDT). O texto, que inicialmente previa a criação da região metropolitana de Joinville, recebeu uma emenda da própria autora determinando a criação também de modelos semelhantes para Jaraguá do Sul e do Planalto Norte.

 

 

 

 

As três regiões serão formadas pelas cidades de Araquari e Joinville; Jaraguá do Sul e Guaramirim; e Canoinhas e Três Barras. A primeira delas, cita o projeto, prevê que os municípios de Balneário Barra do Sul, Campo Alegre, Garuva, Itapoá e São Francisco do Sul formem a área de expansão metropolitana. Para a segunda, isso ocorre com Barra Velha, Corupá, Massaranduba, São João do Itaperiú e Schroder. Já para a terceira, estão previstas as cidades de Bela Vista do Toldo, Irineópolis, Itaiópolis, Major Vieira, Monte Castelo, Papanduva, Porto União e Mafra. O texto será analisado na Comissão de Finanças.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TUDO NORMAL

Vereadora Silmara Gontarek (PL) voltou a sair antes do final das sessões.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

104.400

doses de vacinas da Janssen devem vir para SC, informou o governador Carlos Moisés no twitter

 

 

 

Deixe seu comentário:

Você perdeu renda por causa da pandemia?