sexta-feira, 1

de

julho

de

2022

ACESSE NO 

MPSC denuncia homem que estuprou ex-companheira em Rio Negrinho

Últimas Notícias

- Ads -

Acusado cometeu quatro crimes: ameaça, lesão corporal, descumprimento de medida protetiva e estupro

A 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Rio Negrinho denunciou nesta quarta-feira, 22, um homem pelos crimes de ameaça, lesão corporal, descumprimento de medida protetiva e estupro praticados contra a ex-companheira dele na sexta-feira, 17, em Rio Negrinho. O acusado foi preso em flagrante no mesmo dia dos crimes. A denúncia do MPSC foi protocolada no dia 22 de junho e ainda não foi recebida pelo Juízo da 2ª Vara Criminal de Rio Negrinho.

De acordo com a denúncia, o agressor estava proibido de se aproximar da vítima, em razão de medidas protetivas. Mesmo assim, abordou-a em via pública. A mulher entrou no veículo do denunciado, que começou a fazer ameaças e agredi-la. Posteriormente, levou-a até um motel, onde consumou o estupro. Horas mais tarde, foi preso pela Polícia Militar próximo à rodovia BR-280. 

A promotora de Justiça, Juliana Degraf Mendes, da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Rio Negrinho, reforçou que o ex-companheiro da vítima cometeu quatro crimes: “ameaça, lesão corporal, estupro e descumprimento de medida protetiva. Ele foi preso em flagrante no dia 17 de junho e levado à delegacia de São Bento do Sul”, informou a promotora. 

No sábado, 18, aconteceu a audiência de custódia e o Ministério Público apresentou requerimento pedindo a conversão da prisão em flagrante em preventiva e foi atendido pelo Juízo da 2ª Vara Criminal de Rio Negrinho. O MPSC também encaminhou a vítima para receber atendimento psicológico.