Como doar para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul? Veja os canais oficiais

domingo, 14

de

julho

de

2024

ACESSE NO 

Como doar para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul? Veja os canais oficiais

Motorista de Jaguar é condenado a 8 anos de reclusão após júri de 16 horas em Gaspar  

Últimas Notícias

Ele foi responsabilizado por dois homicídios e três lesões corporais 

- Ads -

Após mais de 16 horas de julgamento, o Conselho de Sentença da Vara Criminal da comarca da Gaspar, no Vale do Itajaí, condenou nesta quinta-feira, 20, o motorista de Jaguar envolvido em acidente de trânsito que resultou na morte de duas pessoas e deixou outras três feridas na BR-470, em Gaspar.

O réu foi condenado a oito anos de reclusão, em regime inicial fechado, por dois homicídios consumados e três lesões corporais – duas leves e uma grave –, mais seis meses e 20 dias de detenção e dois anos e seis meses de suspensão do direito de dirigir veículo automotor pelo crime previsto no artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) – conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool.

A sessão do Tribunal do Júri teve início às 9h de quarta-feira, 19, e encerrou à 1h25min desta quinta-feira, 20, com a presença de familiares do réu e das vítimas no plenário. Durante a instrução, foi realizada a oitiva de três vítimas e duas testemunhas de defesa. A acusação desistiu da oitiva das cinco testemunhas arroladas e a defesa, de três. Ao final, o réu foi interrogado e respondeu a todas as perguntas feitas em plenário. Ele poderá recorrer da decisão em liberdade.

Conforme denúncia do Ministério Público de Santa Catarina, em fevereiro de 2019 o motorista dirigia sob efeito de álcool quando seu veículo colidiu com outro carro, acidente que resultou na morte de duas jovens e ferimentos em outras três pessoas. O condutor foi preso em flagrante e teve prisão preventiva decretada após o acidente. Ele recorreu da decisão e respondeu ao processo em liberdade.

A sessão do Tribunal do Júri contou com reforço na segurança e ampla cobertura da imprensa local e regional. A decisão de primeiro grau é passível de recursos.

- Ads -
Olá, gostaria de seguir o JMais no WhatsApp?
JMais no WhatsApp?