quarta-feira, 27

de

outubro

de

2021

ACESSE NO 

Morre uma das fundadoras da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Canoinhas

Últimas Notícias

- Ads -

Haydeé Carvalho de Oliveira era viúva do médico Oswaldo Segundo de Oliveira

Morreu às 4 horas deste domingo, 18, uma das fundadoras da Rede Regional Feminina de Combate ao Câncer de Canoinhas. Haydeé Carvalho de Oliveira tinha 97 anos. Avessa a holofotes, sempre colocou a Rede à frente de qualquer interesse. Haydeé presidiu a instituição por diversas vezes desde 1984 e mesmo debilitada pela idade nunca deixou de ser voluntária da Rede.

Casada com Oswaldo Segundo de Oliveira, patrono do Centro de Diagnóstico por Imagem de Canoinhas, acabou entrelaçando sua história com a da mais tradicional família de médicos de Canoinhas. Oswaldo de Oliveira, seu sogro, veio em 1913 para a cidade para medicar no hospital montado pela Lumber em Três Barras, então distrito de Canoinhas. Acabou se tornando o primeiro médico da cidade. Foi prefeito e hoje é lembrado pelo nome da praça da matriz.

Haydeé com um dos bisnetos/ Reprodução/Facebook

Haydeé foi velada na Capela Mortuária São José e seu sepultamento ocorreu às 11h no Cemitério Municipal de Canoinhas.
Ela deixa filhos, netos, bisnetos.

A causa da morte não foi divulgada.