sexta-feira, 1

de

julho

de

2022

ACESSE NO 

Milionário em uma luta: as 5 melhores premiações do UFC em 2021

Últimas Notícias

- Ads -

Vencendo ou perdendo, estrelas do MMA ganharam milhões em apenas uma noite

Assim como jogadores de futebol das grandes ligas do mundo, atletas da NBA e esportistas consagrados, os lutadores de MMA também podem ficar ricos de acordo com seu desempenho dentro do octógono. A grande diferença, é que o salário dos lutadores de MMA é conquistado em uma noite ou em uma luta.

Diferentemente de atletas de futebol e basquete, que geralmente têm uma remuneração mensal, boa parte dos lutadores de MMA têm um contrato com alguma organização com um número estipulado de lutas. Cada luta pode render uma determinada quantia, acrescida de bônus e pagamentos de pay per view.

Por isso, é comum encontrar no MMA atletas que ficam ricos em apenas uma noite. A maioria deles são atletas consagrados, cuja popularidade faz com que seus combates sejam os mais valorizados pelo público e pela empresa promotora do evento. Atualmente, o UFC mantém o monopólio dos melhores lutadores do planeta. É também a principal organização do mundo no que diz respeito ao MMA.

Diante disso, para saber quem mais faturou em uma noite no mundo do MMA, é inerente entender como o UFC premiou seus lutadores. Os ganhos do UFC aumentaram em 2021, graças ao crescimento geral da audiência de 40% no final do ano passado. Isso significa mais gente assistindo e comprando pacotes de assinatura pelo mundo, o que impacta diretamente as contas da organização.


Assim, vamos a lista dos 5 lutadores com maior salário em apenas uma noite no UFC!

5) Israel Adesanya – UFC 259

Campeão peso médio do UFC, o nigeriano Israel Adesanya é uma das sensações atuais do MMA no mundo. Em março do ano passado, no entanto, ele foi derrotado na decisão unânime dos juízes para o polonês Jan Blachowicz, então campeão dos meio-pesados.  Apesar da derrota, Adesanya faturou nada menos de 1,7 milhões de dólares (quase R$ 7 milhões) por ter subido no octógono.

4) Kamaru Usman – UFC 268

Outro nigeriano de sucesso no MMA mundial, Kamaru Usman subiu no octógono do tradicional Madison Square Garden para enfrentar o desafeto Colby Covington.  O nigeriano praticamente não foi ameaçado durante o combate e venceu a luta por decisão unânime dos juízes (48-47, 48-47 e 49-46). Além de sair vitorioso e evitar lesões, Usman ainda levou para casa 1,8 milhões de dólares, algo em torno de R$ 7,6 milhões. 

3) Dustin Poirier – UFC 264

Certamente uma das lutas mais esperadas na história recente do MMA, Dustin Poirier e McGregor se enfrentaram em julho do ano passado, em Las Vegas. O combate terminou com uma vitória por nocaute técnico de Poirier, após o rival irlandês fraturar a perna durante a luta. Além de garantir uma vitória espetacular contra um de seus maiores rivais na categoria dos leves, Poirier ainda ganhou 5,1 milhões de dólares, algo em torno de R$ 30 milhões.

2) Conor McGregor – UFC 257

Em janeiro de 2021, McGregor e Poirier se enfrentaram no UFC 257, em Abu Dabi. O irlandês vencia o duelo até o segundo round, mas acabou surpreendido por uma sequência de socos de Poirier, que acabou nocauteando McGregor. Apesar da derrota, o lutador não saiu com o bolso vazio. O revés custou algumas dores no corpo, mas em troca ele faturou 20,5 milhões de dólares, pouco mais de R$ 100 milhões.

1) Conor McGregor – UFC 264

Já falamos aqui o quanto Poirier levou ao vencer McGregor no UFC 264, em Las Vegas, certo? A trilogia envolvendo o irlândes e o norte-americano também rendeu bons frutos para McGregor. Ainda que tenha saído do octógono com a perna fraturada, o irlandês levou 23 milhões de dólares, cerca de R$ 115 milhões. Ainda que perdendo, será difícil alguém bater McGregor na lista de lutadores mais bem pagos do UFC.