Locutor canoinhense foi agredido com marteladas antes de ser baleado


Maxwell tinha 42 anos/Facebook/Reprodução

Conclusão é da perícia que analisou o corpo

 

 

Antes de receber três tiros no rosto, o locutor canoinhense Maxwell de Andrade, 42 anos, recebeu vários golpes de martelo na cabeça. É o que concluiu a perícia realizada no corpo, encontrado em um carrinho de catador de recicláveis, no bairro Alto do Boqueirão, em Curitiba, no sábado, 22.

 

 

 

Segundo reportagem do programa 190 da TV Transamérica, o carro de Maxwell foi encontrado abandonado com dois pneus retirados nas proximidades do local onde o corpo foi encontrado.

 

 

 

 

 

ASSISTA A REPORTAGEM DA TV TRANSAMÉRICA

 

 

Tiros foram ouvidos na manhã de sábado, 22, por moradores que relataram à Polícia que traficantes teriam pagado para o catador de recicláveis se livrar do corpo.

 

 

 

 

A Polícia Civil segue investigando o caso.

 





Deixe seu comentário: