domingo, 19

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

Justiça interdita UPA de Porto União após confirmação de casos de covid

Últimas Notícias

- Ads -

Secretaria de Saúde informou que detentos que positivaram apresentam sintomas leves

 

 

Após a confirmação de 67 casos de covid-19 na Unidade Prisional Avançada (UPA) de Porto União, a juíza Letícia Bodanese Rodegheri, titular da Vara Criminal da comarca de Porto União e corregedora da unidade, decretou na tarde desta segunda-feira, dia 1.º, a interdição temporária total pelo prazo de 30 dias. Com esta decisão, fica proibido, durante esse período, o recebimento de reclusos, provisórios e definitivos.

 

 

 

Além disso, fica prorrogado o gozo das saídas temporárias aos apenados que se encontram fruindo do benefício, devendo somente ingressar na Unidade a partir de 31/3/2021, a fim de evitar o contato com os demais internos.

 

 

 

De acordo com magistrada, a interdição da Unidade Prisional por um mês tem a finalidade de melhor controle e tratamento dos detentos positivados para SARS-COV-2 e também maior monitoramento dos casos negativos, além de ajustes técnicos.

 

 

 

“A decisão foi tomada em conjunto, na data de hoje, após reunião emergencial com a Direção da Unidade e com o Promotor de Justiça, bem como com parecer técnico da Secretaria de Saúde do Município de Porto União, a fim de evitar a disseminação do contágio”, destaca a juíza.  Atualmente, a UPA abriga 148 detentos.

 

 

 

Ainda, segundo a magistrada, a Secretaria Municipal de Saúde informou que os detentos que positivaram estão sendo devidamente medicados e apresentam sintomas leves.

 

 

 

A portaria foi devidamente encaminhada para todas as autoridades e órgãos relacionados com o Sistema Prisional.