segunda-feira, 24

de

janeiro

de

2022

ACESSE NO 

Jovem vítima de acidente na 280, em Canoinhas, é transferida para Porto União

Últimas Notícias

- Ads -

Cailana Godoi Klak, de Porto União, segue se recuperando na UTI

Cailana Godoi Klak, que estava internada em estado grave, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Cruz, em Canoinhas, nesta semana foi transferida para o Hospital São Braz em Porto União, sua cidade natal.

De acordo com a mãe da Cailana, Camila Godoi, de momento, não estão autorizadas visitas à jovem.

O jornalista Antônio Godoy, que é avô de Cailana, tem atualizado familiares e amigos da jovem por meio de suas redes sociais:

“10-08-21 – 21h10 – saindo o boletim da Cailana: segue entubada, semissedada, respira e é alimentada com ajuda de aparelhos. O dreno utilizado para remover líquidos verificados embaixo dos pulmões foi retirado para aguardar a reação do organismo. Pelo exame dos pulmões, motivo da sua remoção de CNHs para cá, está afastada por enquanto a hipótese de uma terceira cirurgia. A infecção ainda não está completamente controlada. Hoje ela tomou água pela primeira vez, depois de 15 dias recebendo líquidos apenas por aparelhos. Vamos vencer! ”

“11-08-21 – 10h05 – Recebendo as informações da família sobre a Cailana.

11h14 – a mãe Camila informa que hoje ela está um pouco mais abatida e que à tarde sairá a análise da infecção que ainda persiste. Vamos vencer”.





ACIDENTE

Cailana sofreu um acidente no domingo, 25 de julho, na BR-280, em Canoinhas.

“No carro estavam ela (Cailana), o pai e o irmão. Um veículo invadiu a pista que eles seguiam – vinham de São Bento do Sul à Porto União – e bateu de frente com eles. O pai e o irmão dela estão bem, porém a Cailana teve ferimentos sérios e internos. Precisou fazer uma cirurgia na terça, dia 27, onde retirou o baço e precisou de uma intervenção no intestino, que foi lesionado”, disse Camila.

Acidente aconteceu no dia 25 de julho, no bairro Boa Vista, em Canoinhas/Divulgação/Bombeiros de Canoinhas

“Estamos rezando muito e adotamos a rotina de rezar o terço todos dias, sempre às 21h30. Temos uma sala online e enviamos o link para as pessoas que querem participar. Toda a oração e as energias positivas que temos recebido tem ajudado muito a Cailana e os médicos que estão sendo iluminados durante as tomadas de decisões”, compartilha a mãe.




SERVIÇO

Para participar do terço online e rezar pela recuperação da Cailana, clique neste link: https://meet.google.com/izf-ioqk-crs