JMais e médicos lançam campanha de conscientização sobre coronavírus


Dr Vagner Trautwein é um dos médicos participantes da campanha/Edinei Wassoaski/JMais

Ideia é despertar na população a necessidade de redobrar cuidados em momento crítico

 

 

Canoinhas e região vivem o auge da pandemia de covid-19. Apesar de os cuidados mais rigorosos tenham sido tomados logo no começo da pandemia em 13 de março é agora, na visão de especialistas, que o cuidado maior precisa ser tomado. A primeira morte em Canoinhas foi registrada em 2 de julho. De lá para cá já são cinco mortes, sendo que as duas mais recentes ocorreram em menos de 24 horas. Três Barras registrou a primeira morte neste domingo, 26, e Major Vieira registrou os dois primeiros casos de covid entre sexta-feira, 24, e esta segunda-feira, 27.

 

 

 

 

Há ainda indícios mais graves da pandemia. A Ala Covid do Hospital Santa Cruz de Canoinhas está acima da lotação e dos 20 leitos para média complexidade de covid-19 disponibilizados pelo Hospital Félix da Costa Gomes, de Três Barras, 18 estão ocupados. Os hospitais mais próximos – São Vicente de Paulo de Mafra e São Braz de Porto União – estão próximos da lotação.

 

 

 

 

Pensando nisso que o JMais convidou médicos envolvidos diretamente ou indiretamente com o combate à covid-19 para gravarem depoimentos sobre a situação. Dessa forma, o primeiro vídeo gravado pelo neurocirurgião Andrei de Morais será veiculado nesta terça-feira, 28, nas redes sociais do portal. Já nesta quarta-feira, 29, o diretor clínico do Hospital Félix da Costa Gomes, médico cirurgião Vagner Trautwein estrela a campanha. Já na quinta-feira, 30, o urologista Juliano Brasil dá seu recado. Na sexta-feira, 31, Nizomar Filho, médico coordenador da Ala Covid do Hospital Santa Cruz falará sobre o exaustivo trabalho no setor.

 

 

 

 

ASSISTA AO PRIMEIRO VÍDEO


 

 

“Em tempos de tanta desinformação nas redes sociais, o JMais, enquanto veículo sério e correto vê como sua função social alertar a população para os perigos desta pandemia. Nada como médicos com o gabarito destes convidados para certificar essas informações”, explica o editor do JMais, Edinei Wassoaski.





Deixe seu comentário: