Isolamento social leva a queda de 30% no número de atendimentos a acidentes pelos bombeiros de Canoinhas


Acidentes tiveram redução de 30%/Arquivo

Média de ocorrências envolvendo incêndios segue inalterada

 

EFEITO

O isolamento social fez com que os atendimentos a acidentes de trânsito tivessem uma queda de cerca de 30% na área de abrangência do 9º Batalhão de Bombeiros Militares sediado em Canoinhas.

 

 

 

 

“Combate a incêndio, resgate e salvamento, todas as outras ocorrências relacionadas a emergência, continuam sem qualquer tipo de alteração”, explica o comandante do Corpo de Bombeiros de Canoinhas, Atila Sarte, em participação ontem na sessão da Câmara de Canoinhas.

 

 

 

 

Ele explicou que houve mudança em protocolo de atendimento por causa da pandemia. “Normalmente o cidadão liga no 193 e o Batalhão despacha equipes. Casos suspeitos ou confirmados de covid-19, a ligação é transferida para a central de Joinville, que então define qual o procedimento mais adequado. Se a ocorrência deve ser atendida pelos bombeiros ou pela ambulância avançada do Serviço Móvel de Urgência (Samu)”.

 

 

 

 

Na área de fiscalização os bombeiros tem focado em construções que estão necessitando de Habite-se e denúncias.

 

 

 

 

Os bombeiros têm trabalhado, também, na desinfecção das ruas da cidade. Duas vezes por semana o produto a base de amônia é aspergido em frente a espaços de grande trânsito de pessoas. Os bombeiros também estão trabalhando nos acessos à cidade, desinfectando rodas dos veículos e auferindo a temperatura dos motoristas e passageiros.

 

 

 

 

 

 

 

 

MAIS VANTAGENS

Numa situação inusitada, o 9º Batalhão de Bombeiros Militares, sediado em Canoinhas, pediu à Câmara de Vereadores de Canoinhas e à Assembleia Legislativa a retirada de títulos de instituição de utilidade pública. A retirada foi aprovada ontem pela Câmara de Canoinhas.

 

 

 

O motivo, porém, é nobre. Os bombeiros pleiteiam o título de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), o que amplia o rol de benefícios que a instituição pode ter. Para tanto, ela precisa declinar dos títulos de instituição de utilidade pública.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DECIDA-SE

Pelo material distribuído pelas assessorias das prefeituras de Canoinhas e Três Barras os dois municípios parecem estar disputando de quem é o primeiro caso de covid-19 na região. Para fins de contabilidade, o Estado já decidiu: o funcionário  terceirizado da WestRock testou positivo para a covid-19 a partir de coleta feita em Três Barras, portanto, o caso é tresbarrense.

 

 

 

 

 

 

 

É GOLPE

A Assembleia Legislativa de SC alerta a população para um golpe que vem sendo aplicado usando indevidamente o nome de deputados estaduais catarinenses. Conforme já narrado em boletins de ocorrência registrados na Polícia Civil, golpistas – se fazendo passar por assessores de deputados – telefonam para contatos do relacionamento pessoal ou político dos parlamentares convidando para uma festa e pedindo a confirmação de presença por meio de um código que será enviado através de SMS.

 

 

 

A utilização deste código permite a clonagem do WhatsApp da pessoa, o que abre ao estelionatário a possibilidade de enviar mensagens a toda a agenda de contatos da conta clonada solicitando depósitos em contas bancárias utilizando as mais diversas justificativas.

 

 

 

 

 

VENTILADORES

O deputado Bruno Souza (Novo) protocolou na tarde desta terça-feira, 28, a convocação para a sessão do dia 5 de maio, do secretário estadual de saúde, Helton de Souza Zeferino, para esclarecer possíveis irregularidades na compra de 200 ventiladores mecânicos.

 

 

 

 

Para o deputado, é imprescindível a apuração de tão grave denúncia. “A partir daí, podemos analisar inclusive a possibilidade de uma denúncia ao Ministério Público ou ao Tribunal de Contas, ou até mesmo a abertura de uma CPI. Como o Estado pode gastar R$ 33 milhões, pagar adiantado e sem nenhuma garantia de recebimento?”, questiona Bruno. “Bastava apenas um servidor ou o secretário para entrar no endereço cadastrado da receita federal da empresa para ver que ela não tem condições de fornecer esse tipo de equipamento, já que o endereço que consta é uma casa de fachada.”, completa o parlamentar.

 

 

 

 

 

 

 

VACINA

Com a reabertura do comércio geral muitos comerciantes passaram a ter contato direto com a população. Por conta disso, os vereadores apresentaram um requerimento sugerindo ao município que empregados no comércio possam entrar no grupo de pessoas aptas a receberem a vacinação contra a gripe. Apesar de não proteger contra a covid-19, a vacina é uma maneira de resguardar contra doenças respiratórias, que podem impactar o sistema imunológico e favorecer o aparecimento de outras infecções.

 

 

 

 

 

 

VISITA

Quatro dias antes da confirmação do primeiro caso de covid-19 na região, envolvendo um terceirizado da WestRock, vereadores de Canoinhas estiveram na empresa para conhecer os trabalhos que a empresa está realizando no combate a doença, em razão da retomada da obra de expansão. Além do presidente Paulinho Basilio, estiveram na visita os vereadores Celio Galeski, Gil Baino, Coronel Mário e a vereadora Norma Pereira.

 

 

 

 

Ontem os vereadores disseram que pretendem interpelar a empresa para conter as obras de expansão tendo em vista a mudança no cenário provocada pelo primeiro caso confirmado de covid-19.

 

 

 

 

 

 

FINANÇAS

Com o objetivo de saber como estão as finanças do município em razão da Pandemia de covid-19, na sessão desta segunda-feira, 27,  da Câmara de Vereadores, foram aprovados dois requerimentos direcionados ao prefeito e ao secretário de Administração de Canoinhas. Na semana passada a Câmara de Vereadores de Canoinhas instituiu uma Comissão Parlamentar Especial, com foco na fiscalização e no enfrentamento ao novo Coronavírus.

 

 

 

O primeiro requerimento é direcionado ao prefeito Beto Passos, e ao secretário municipal de Administração e Finanças, Diogo Seidel, e solicita informações de qual foi o valor da redução das receitas correntes e se haverá comprometimento no pagamento da folha dos servidores municipais. Já o segundo requerimento, também assinado por todos os vereadores, é um convite para que o secretário de Administração e Finanças participe de uma sessão remota da Câmara de Vereadores, a fim de explanar sobre a situação econômica do Poder Executivo, em decorrência da Pandemia do covid-19.

 

 

 

 

“Está sendo veiculado na mídia estadual que em razão da pandemia vai haver uma diminuição sensível na questão da arrecadação. No estado nos primeiros trinta dias da pandemia houve um decréscimo de aproximadamente R$ 800 milhões”, comentou o vereador Coronel Mário, que também faz parte da Comissão Parlamentar Especial de Fiscalização e Enfrentamento a covid-19, na subcomissão de Economia.

 

 

 

 

 

 

 

COMISSÃO

Desde o dia 17 de abril a Câmara de Vereadores de Canoinhas instituiu uma Comissão Parlamentar Especial, com o objetivo de fiscalização e enfrentamento a covid-19. A Comissão é composta por todos os vereadores, e é presidida pelo próprio presidente da casa, Paulinho Basilio.

 

 

 

A Comissão Especial é ramificada em subcomissões, entre elas Saúde, coordenada pelas vereadoras Zenici Dreher e Telma Bley, que é responsável por fiscalizar os atendimentos aos suspeitos do Covid-19; elaborar sugestões para enfrentamento à pandemia; fiscalizar o ambiente de trabalho e a segurança dos trabalhadores da área da saúde. Outra subcomissão é de Econômica, que tem a vereadora Norma Pereira e o vereador Coronel Mário como responsáveis, ficando a cargo a fiscalização das compras de equipamentos e investimentos destinados ao combate ao vírus; avaliação dos impactos econômicos da pandemia ao município; fiscalização do cumprimento dos decretos em instituições como bancos, lotéricas, comércio local, entre outros.





Deixe seu comentário: