quinta-feira, 16

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

Fluminense vence Bahia e fica perto do G-4 do Campeonato Brasileiro

Últimas Notícias

- Ads -

Em São Paulo, Corinthians vira sobre Ceará e sonha com Libertadores

 

FLUMINENSE X BAHIA

 

O Fluminense está cada vez mais vivo e forte na briga por uma vaga na próxima Libertadores. Nesta quarta-feira, 3, o Tricolor das Laranjeiras derrotou o Bahia por 1 a 0 na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 34ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O resultado levou os cariocas aos 56 pontos, na 5ª posição, somente dois pontos atrás do São Paulo, quarto colocado e que, no momento, ocupa a última vaga direta à fase de grupos do torneio continental. A equipe paulista tem um jogo a menos.

 

 

Os baianos, por sua vez, não só perderam a chance de se distanciarem da zona de rebaixamento como podem encerrar a rodada no Z-4. Em 15º lugar, com 36 pontos, o Tricolor de Aço pode ser ultrapassado por Fortaleza – que joga nesta quinta-feira, 4, – e Sport – que vai a campo na sexta-feira, 5. O Leão do Pici encabeça o grupo dos clubes que estariam caindo à Série B de 2021, um ponto atrás do Bahia.

 

 

Com postura mais aguda que o rival, o Fluminense chegou a ter um gol (bem) anulado do atacante Fred logo aos sete minutos. O Bahia só respondeu aos 27 minutos, em finalização do meia Índio Ramírez de fora da área, defendida pelo goleiro Marcos Felipe. O Tricolor que balançou as redes, porém, foi o do Rio de Janeiro. Aos 32 minutos, o meia Nenê cruzou e o atacante Luiz Henrique completou para o gol. Os cariocas quase ampliaram aos 43, em chute cruzado do lateral Egídio, salvo pelo goleiro Anderson.

 

 

O segundo tempo foi disputado em ritmo lento. Marcos Felipe e Anderson apareceram nos primeiros dez minutos, com boas defesas, e demoraram a ser exigidos novamente. Nos minutos finais, porém, o goleiro do Fluminense brilhou e foi decisivo. Aos 43, salvou uma cabeçada do zagueiro Ernando, no canto. Aos 47, evitou o gol em outra escorada de cabeça, desta vez do meia Alesson.

 

 

O Bahia volta a campo neste sábado, 6, às 19h (horário de Brasília), contra o Goiás, novamente na Arena Fonte Nova. O Fluminense joga na próxima quarta-feira, 10, no Maracanã, no Rio de Janeiro, diante do Atlético-MG, às 21h30. Os duelos valem pela 35ª rodada do Brasileirão.

 

 

CORINTHIANS X CEARÁ

 

Também na disputa por vaga na Libertadores, o Corinthians venceu o Ceará por 2 a 1, de virada, na Neo Química Arena, em São Paulo. Em oitavo lugar, o Timão foi a 48 pontos, a cinco pontos do Grêmio, sétimo colocado e último time na zona de classificação à fase preliminar do torneio continental. De quebra, complicou o Vozão na mesma briga. Os cearenses caíram para a 12ª posição, com 45 pontos.

 

 

Apesar de o Corinthians iniciar o jogo com as linhas avançadas e assustar em dois chutes de fora da área do meia Ángelo Araos, foi o Ceará quem abriu o placar. Aos 15 minutos, o meia Vina bateu escanteio pela esquerda e o volante Fabinho, na primeira trave, desviou de cabeça para as redes. A resposta do Timão demorou dois minutos: o zagueiro Klaus derrubou o volante Gabriel na grande área, na saída do goleiro Richard, e o árbitro Heber Roberto Lopes, com auxílio do árbitro de vídeo (VAR), deu pênalti. O lateral Fábio Santos cobrou e igualou.

 

 

A virada não veio aos 24 minutos, novamente em chute de longe de Araos, defendido por Richard. Mas veio três minutos depois: Gustavo Mosquito subiu pela direita e cruzou rasteiro. O também atacante Léo Natel desviou no canto para colocar o Corinthians à frente.

 

 

BRAGANTINO X ATLÉTICO – GO

 

O Bragantino fez 1 a 0 no Atlético Goianiense na noite desta quarta-feira, 3, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP). Com os três pontos obtidos na partida válida pela 34ª rodada do Brasileiro, a equipe do técnico Maurício Barbieri chegou aos 47, alcançou quatro vitórias nos últimos cinco jogos e pulou para o 8º lugar. Enquanto isso, o Dragão ficou na 13ª posição com 45 pontos. Os gols da noite foram marcados pelo atacante Ytalo, aos 10 da etapa final, e pelo meia Claudinho, que completou 100 jogos pela equipe do interior de São Paulo, aos 48 minutos de pênalti.

 

 

 

 

No primeiro tempo, o Atlético Goianiense chegou a marcar aos 35. Depois do escanteio, Éder cabeceou e o volante Marlons Freitas mandou para a rede. Mas estava impedido. Com auxílio do VAR, o árbitro Paulo Roberto Alves Júnior confirmou a irregularidade. Aos 45, o centroavante Ytalo já poderia ter marcado para o Bragantino. Ele dominou, girou em cima do zagueiro João Victor e bateu forte. Jean defendeu.

 

 

No segundo tempo, o jogo foi ainda mais aberto. Logo aos quatro, Welligton Rato ia ficar de frente para o gol depois de rápido contra-ataque do Dragão, mas o goleiro Cleiton estava atento, se antecipou ao lance e salvou o Bragantino. Depois, aos 10 minutos, veio o gol dos donos da casa. Aos 12, Welligton Rato por muito pouco não empatou. Depois foi a vez dos paulistas enfileirarem chances. Aos 14 e aos 23, o atacante Arthur perdeu boas oportunidades. Aos 24, o lateral-esquerdo Edimar isolou em chute bem próximo ao gol dos goianos. Aos 25, foi a vez do volante Ricardo Ryller mandar para fora e perder grande chance. Aos 27, Arthur desperdiçou outra bela chance.

 

 

Na sequência desse bombardeio do Bragantino, o Atlético conseguiu chegar. Welligton Rato pegou bem de fora da área e a bola passou raspando a trave. Aos 41, o meia argentino Cuello quase marcou o segundo do Massa Bruto e, aos 44, Bruno Tubarão obrigou o goleiro Jean a fazer um milagre. Para fechar o jogo, o árbitro marcou pênalti quando a bola bateu na mão do volante Rithely do Atlético Goianiense dentro da área. Cláudinho bateu muito bem e fechou o placar aos 48. Com mais esse, o meia chegou aos 17 gols marcados no campeonato e se isolou na artilharia.

 

 

O próximo compromisso do Bragantino será no domingo, 7, quando a equipe paulista vai receber o Flamengo. Na quarta-feira, 10, o Atlético visita o Corinthians em São Paulo.

 

 

ATLÉTICO – MG X GOIÁS

 

O Goiás venceu o Atlético Mineiro por 1 a 0 na noite desta quarta-feira, 3, no Estádio da Serrinha, em Goiânia. A partida foi válida pela 34ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. A derrota complicou a vida do Galo mineiro na briga pelo título. O time do técnico argentino Jorge Sampaoli segue no 3º lugar, com 60 pontos. Mas, vai precisar torcer por resultados negativos dos rivais que jogam nesta quinta, 4. O líder Internacional, que tem 65, enfrenta o Athletico Paranaense em Curitiba. O Flamengo, vice-líder, com 61, pega o Vasco no Maracanã. Enquanto isso, o Esmeraldino somou mais três pontos e chegou aos 32. Na 18ª posição, a equipe ainda precisa de pelo menos mais três vitórias nos quatro jogos restantes.

 

 

O artilheiro da noite em Goiânia foi do lateral-direito Índio. Aos 27 da etapa inicial, ele aproveitou o cruzamento da esquerda e a falha da zaga mineira para mandar de cabeça para o fundo da rede. Mas, apesar da derrota, o jogo foi praticamente todo do Atlético Mineiro. Aos 11 do primeiro tempo, o Galo chegou a marcar. Mas, com o auxílio do VAR, o árbitro Bruno Arleu de Araújo marcou impedimento do atacante venezuelano Savarino. Aos 10 da etapa final, mandou a bola no poste duas vezes no mesmo lance. Na primeira, o volante Jair cabeceou na trave. Na volta, o meia equatoriano Alan Franco mandou uma bomba no travessão. Aos 17, o atacante Diego Tardelli, que voltou a campo depois de quase um ano se recuperando de lesão, achou bem o volante Jair na entrada da área. Ele bateu firme de primeira, mas o goleiro Marcelo Rangel salvou.

 

 

 

 

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Goiás abre a 35ª rodada enfrentando o Bahia, na Fonte Nova, no sábado, 6. Enquanto isso, o Galo volta a jogar na quarta-feira, 10, contra o Fluminense no Maracanã.

 

 

Confira a classificação da Série A do Campeonato Brasileiro.