Flamengo goleia Bahia e ganha confiança para sequência do Brasileirão


Felipe Oliveira / EC Bahia

Botafogo e Coritiba empatam sem gols no Nilton Santos

 

FLAMENGO X BAHIA

 

Após um início de Brasileiro que deixou seu torcedor cheio de desconfiança, o Flamengo goleou o Bahia por 5 a 3 nesta quarta, 2, em atuação que cria a expectativa de que o Rubro-Negro volte a apresentar o futebol dominante da última temporada, mas agora sob o comando do técnico espanhol Domènec Torrent, e não mais do português Jorge Jesus.

 

 

Jogando no estádio de Pituaçu, a equipe carioca foi muito favorecida ao conseguir abrir o placar logo no primeiro minuto do confronto, o que lhe garantiu tranquilidade para o restante do jogo. O zagueiro Lucas Fonseca recuou mal para o goleiro Anderson, e Pedro aproveitou para marcar de carrinho.

 

 

A equipe da Gávea continuou pressionando, criando boas oportunidades. E em uma delas, aos 16 minutos, Pedro voltou a marcar, agora após boa trama coletiva que terminou com finalização colocada.

 

 

Aos 31 o Bahia ensaia uma reação, quando desconta com Rodriguinho, que marcou após receber passe de Gilberto.

 

 

Porém, seis minutos depois o Flamengo chegou ao terceiro. Everton Ribeiro cruza para o uruguaio Arrascaeta fazer um belo gol de peixinho.

 

 

O jogo continua movimentado, e o Bahia chegou ao segundo um pouco antes do intervalo. Élber aproveitou falha de Gabriel Batista para deixar o seu. 3 a 2 para os visitantes ao final da etapa inicial.

 

 

Se no primeiro tempo o Bahia ainda tentou equilibrar a partida, na segunda o Flamengo foi muito dominante, e chegou ao quarto logo aos 2 minutos com Everton Ribeiro, com chute que encobriu o goleiro Anderson.

 

 

Porém, o Flamengo de 2020 jogava como o de 2019 e queria mais. E o quinto gol saiu aos 5 minutos. Arrascaeta marcou mais uma vez, agora após tabelar com Pedro Rocha.

 

 

Contudo, no finalzinho, aos 44, Daniel marcou o terceiro gol da equipe da casa.

 

 

Importante vitória de goleada para o Flamengo, que dá mais tranquilidade para o técnico Domènec Torrent trabalhar.

 

 

BOTAFOGO X CORITIBA

Na outra partida desta quarta da sétima rodada do Brasileiro que começou às 20h30, o Botafogo empatou sem gols com o Coritiba no estádio Nilton Santos.

 

 

FLUMINENSE X ATLÉTICO – GO

O Fluminense recebeu o Atlético-GO no estádio do Maracanã, e empatou em 1 a 1 em jogo no qual atuou a maior parte do tempo com 10 jogadores.

 

 

 

CORINTHIANS X GOIÁS

Já o Corinthians foi até o estádio da Serrinha, em Goiânia, e arrancou uma vitória de 2 a 1 sobre o Goiás.

 

 

Jogando fora de casa, a equipe do Parque São Jorge contou com a sorte para abrir o placar. Aos 27 minutos Cantillo lança Ramiro, que desvia de cabeça. O zagueiro Fábio Sanches tenta cortar a jogada, mas acaba marcando contra.

 

 

Porém, aos 19 da etapa final a equipe da casa conseguiu igualar o marcador. Vinícius recebe nas costas da defesa e tem apenas o trabalho de tocar colocado para vencer o goleiro Cássio.

 

 

No entanto, o Corinthians não se entregou, e conseguiu garantir a vitória aos 45 minutos do segundo tempo. O zagueiro Danilo Avelar finaliza de cabeça após cobrança de escanteio do recém-contratado Otero.

 

 

PALMEIRAS X INTERNACIONAL

O Palmeiras defendia uma invencibilidade de 10 jogos na temporada, com cinco vitórias e cinco empates, e entrou em campo querendo uma vaga no G4. Já o Inter foi a São Paulo para pontuar e defender a liderança, mesmo com apenas quatro titulares começando a partida: Marcelo Lomba, Cuesta, Moisés e Patrick.

 

 

SANTOS X VASCO

Santos e Vasco fizeram um jogo muito equilibrado e com emoção até o fim. Mesmo com oito desfalques, o Vasco quase abriu o placar ainda no primeiro minuto de jogo. Felipe Jonatan errou a saída de bola, Cano arriscou e explodiu o travessão de João Paulo. O Peixe só reagiu aos 20 minutos do primeiro tempo. Escanteio pela direita, a bola viajou na área do Vasco e Fernando Miguel afastou com um soco. Soteldo pegou o rebote, balançou na frente do marcador e cruzou novamente. Lucas Veríssimo apareceu sozinho, na linha da pequena área, e cabeceou para abrir o marcador.

 

 

O Vasco não sentiu o gol do Santos, continuou bem na partida e foi premiado aos 42 minutos. Cobrança de escanteio pela direita e Igor Catatau tocou de cabeça para Fellipe Bastos. O camisa 8 emendou de primeira para empatar. O assistente marcou impedimento e o lance foi para o VAR. Depois de 5 minutos de análise, o árbitro confirmou o gol.

 

 

O Santos voltou melhor no segundo tempo. Aos dois minutos, Pará avançou pela direita, chutou de fora da área e levou perigo a Fernando Miguel. Aos quatro minutos, Soteldo cobrou falta no ângulo direito do goleiro, que fez bela defesa. Na terceira tentativa, veio o gol. Andrey saiu jogando errado e Miranda teve que fazer falta em Soteldo. Marinho cobrou de perna esquerda sem chances para Fernando Miguel, que só olhou a rede estufar.

 

 

Assim como na primeira etapa, o Vasco cresceu após o gol sofrido e partiu para o ataque. Em nova cobrança de escanteio, a bola bateu na mão esquerda de Alison e o árbitro mandou seguir. Contudo, o lance foi novamente analisado pelo VAR, e Rodrigo Dalonso Pereira assinalou pênalti. Cano cobrou forte, no canto direito de João Paulo, para deixar tudo igual novamente: 2 a 2.

 

 

Com o empate, o Santos chegou a 8 pontos e ocupa a 11ª posição. Já o Vasco soma 11 pontos e está na terceira colocação.

 

 

Veja a classificação atualizada da Série A do Brasileiro.

 





Deixe seu comentário: