sexta-feira, 24

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

Faltam menos de 100 dias para o centenário da Igreja Luterana em Canoinhas

Últimas Notícias

- Ads -

Aniversário de fundação da comunidade será comemorado com diversas ações ao longo de 2021

 

 

 

Priscila Noernberg

 

“A igreja luterana é tudo. É o que nós precisamos. É onde recebemos sempre o novo alento, nova força. A igreja é tudo pra mim”. A frase é de Nair Schmalz Viertel, 79 anos, mas é compartilhada por muitos membros da Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Canoinhas que, neste ano, chega ao seu centenário.

 

 

 

Para marcar os 100 anos, várias ações serão executadas em 2021. “A contagem regressiva para as comemorações iniciou nesta sexta-feira, 22, quando começamos a contar os 100 dias para o centenário”, revela o presidente da comunidade, Alexander dos Passos.

 

 

 

Há 100 anos começava em Canoinhas a história de uma comunidade que, além de trazer apoio religioso e espiritual, foi um marco no desenvolvimento educacional do município.

 

 

 

 

Em 1916, a Igreja Luterana já dava seus primeiros passos na região. Na época, o pastor Otto Kuhr vinha atender cerca de 30 famílias de descendentes alemães que aqui viviam. O projeto de comunidade, contudo, não vingou por causa da Primeira Guerra Mundial. Foi apenas em 1921 que a primeira igrejinha abriu as portas para receber seus membros, em maio. Atualmente a comunidade conta com mais de 500 famílias cadastradas.

 

 

 

“A igreja é o corpo de Cristo. Corpo com muitos membros que além de buscarem apoio espiritual são sacerdotes na sociedade canoinhense com suas profissões e dons. Algumas destas histórias de vida, que também são a história da comunidade, serão contadas em vídeos até 1º de maio”, comenta a ministra Rosilene Schultz.

 

 

 

Afinal, o trabalho dos membros da comunidade vai além dos muros da igreja. A comunidade tem atuação na área de assistência social e cultural além de ter formado e continuar formando pessoas conscientes de sua responsabilidade civil e que por isso atuam em áreas vitais da sociedade local.

 

 

 

As mulheres participantes da  Ordem Auxiliadora Das Senhoras Evangélicas (Oase) como dona Nair, citada no início deste texto, fazem trabalhos manuais como artesanato e diversos produtos alimentícios que são vendidos em eventos. A arrecadação é revertida para instituições como Apoca, hospital, dentre outros; como o nome já diz, a Oase é uma ordem auxiliadora.

 

 

 

A vocação cristã para a educação, pregada por Martin Luther, sempre foi um marco na comunidade de Canoinhas que já teve também curso preparatório para a graduação em teologia. Hoje a comunidade mantém a Escola Luterana Renate Riede. Na modalidade educação infantil (jardim, pré-escola) o trabalho completará 62 anos em 2021: “mas desde que a igreja se fez presente no município a educação cresceu junto com a comunidade”, lembra Rosilene.

 

 

 

O centenário será comemorado no dia 1º de maio, quando uma cápsula do tempo será enterrada com mensagens dos atuais membros. Neste dia haverá culto especial e almoço. Vários itens também estão sendo produzidos para que os luteranos possam demonstrar ainda mais a fé luterana. Diversas promoções estão agendadas também para este ano. A primeira delas será realizada no dia 19 de fevereiro, quando haverá venda de cuques e pães.