segunda-feira, 27

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

Estado recebe medicamentos do kit intubação e distribui para unidades de Saúde

Últimas Notícias

- Ads -

Está prevista para as próximas horas a chegada de mais um lote de medicações do kit intubação do Ministério da Saúde

 

 

O Governo do Estado recebeu, nesta sexta-feira, 26, dois lotes de medicações do chamado kit intubação adquiridas com recursos próprios. Esses medicamentos são fundamentais para o atendimento de pacientes da covid-19.

 

 

 

Foram entregues 17.304 unidades de brometo de rocurônio de 10 mg e 23.750 de atracúrio. As doses atenderão as unidades próprias do Estado e também serão encaminhadas, em forma de doação ou empréstimo, a hospitais municipais, filantrópicos e organizações sociais.

 

 

 

Por meio de uma articulação da SES junto ao Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) foi desenvolvido um formulário para que as unidades de saúde que possuem UTI-Covid preencham informações sobre os estoques de medicamentos e a previsão de uso. Assim, o Ministério da Saúde pode acompanhar as demandas e calcular a necessidade de envio dos medicamentos.

 

 

 

“Nós entendemos que é necessária uma articulação nacional para que possamos administrar os estoques desses medicamentos em todo o país. Estamos trabalhando e buscando alternativas de aquisição para não sofrermos com desabastecimento”, afirma o secretário de Estado de Saúde, André Motta Ribeiro.

 

 

 

A Secretaria segue recebendo as solicitações e atendendo as demandas dos municípios sempre que possível, visto que a demanda por essas medicações aumentou drasticamente e os fornecedores vêm apresentando dificuldades de cumprimento dos contratos.

 

 

 

Está prevista para as próximas horas a chegada de mais um lote de medicações do kit intubação, agora disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

 

 

 

Desde o início da pandemia o Estado doou 203,6 mil unidades de medicamentos a essas instituições, em um valor que ultrapassa os R$ 4 milhões. Também foram realizados empréstimos de 57.508 doses, somando R$ 380 mil.