terça-feira, 28

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

Em 4 anos, Câmaras de Vereadores da comarca gastaram R$ 733 mil em viagens

Últimas Notícias

- Ads -

Três Barras, líder dos gastos, gastou cinco vezes mais que a Câmara de Canoinhas, a que menos gastou

 

 

As Câmaras de Vereadores de Canoinhas, Três Barras, Major Vieira e Bela Vista do Toldo gastaram, juntas, em diárias de viagens ao longo dos quatro anos da legislatura que se encerrou em 31 de dezembro de 2020, R$ 733 mil. A Câmara de Três Barras lidera os gastos, com R$ 284,1 mil torrados em viagens, ante Canoinhas, que teve o menor valor em gastos com diárias. Foram R$ 60,2 mil ao longo dos quatro anos da atual legislatura. Major Vieira gastou R$ 239,6 mil e Bela Vista do Toldo, R$ 149,1 mil.

 

 

 

Edenilson Engel (PSD), o campeão de gastos com viagens entre todos os vereadores de Três Barras com R$ 36 mil em quatro anos, não só foi reeleito, como ganhou dos seus pares a presidência da Câmara nos dois primeiros anos do atual mandato durante a sessão de posse no dia 1º de janeiro. Há duas semanas o JMais mandou três questionamentos ao vereador – Você foi o recordista de gastos com diárias nos quatro anos da legislatura anterior. Pode nos relatar que benefícios suas viagens trouxeram para Três Barras? O que justifica Três Barras ter gastado cinco vezes mais que Canoinhas com diárias ao longo de 4 anos de legislatura? Como presidente da Câmara, você pretende tomar alguma ação para reduzir gastos com diárias? – , mas ele não deu retorno.

 

 

 

 

Uma particularidade de Três Barras é o alto gasto dos servidores com viagens. Foram R$ 130,2 mil nos quatro anos do mandato. Somente Daniel da Cruz, motorista da Casa, gastou R$ 28,1 mil em viagens.

 

 

 

 

 

 

Em Major Vieira, que vem na sequência entre as Câmaras mais viajantes da comarca, Augustinho dos Santos (MDB) faz jus ao título de campeão da comarca em diárias. Com salário de R$ 1.837, Augustinho recebeu em diárias o equivalente a 22 salários. Foram R$ 40,5 mil em quatro anos, dinheiro o suficiente para comprar um veículo popular zero quilômetro para a frota da prefeitura. Augustinho foi candidato a reeleição, mas ficou na segunda suplência do MDB. Ele recebeu 158 votos. Vilma Kiem, reeleita para a legislatura que começou neste ano, vem logo em seguida. Ela recebeu R$ 39,6 mil para custear viagens. Augustinho Barrankievcz gastou R$ 35,9 mil em diárias. Ele não concorreu a reeleição. Nenhum dos três foi localizado pela reportagem.

 

 

 

 

 

 

 

Já em Bela Vista do Toldo, que ficou em terceiro lugar entre as quatro da comarca em gastos com diárias, Elcio Magalhães foi o recordista, com R$ 25,3 mil gastos em viagens, seguido de Dauvã Mizwa (R$ 24,8 mil) e Antonio Alberti (R$ 24,1 mil). Nenhum dos três se reelegeu. Elcio se tornou o primeiro suplente do PL, com 158 votos; Alberti ficou na segunda suplência do PSL, com 139 votos; e Miswa não foi eleito, apesar dos 127 votos. Seu partido, o PT, não fez nenhum vereador. A Câmara de Bela Vista do Toldo foi a mais renovada da comarca, sendo que apenas Osni Stelzner (MDB) se reelegeu.

 

 

 

 

Maior cidade da comarca, Canoinhas foi a que menos gastou em diárias na legislatura encerrada em 2020. Foram apenas R$ 60,2 mil, valor cinco vezes menor que o gasto por Três Barras. Célio Galeski (PSL), com R$ 13,7 mil, foi o recordista. Ele não concorreu a reeleição e deve assumir a Secretaria de Desenvolvimento Rural do segundo governo Beto Passos.