Dumbo estreia nesta quinta-feira no CineMax Canoinhas

Divulgação

Produção de Tim Burton tem sido elogiada pela crítica

 

 

DUMBO

Estreia nacionalmente nesta quinta-feira, 27, a versão live action de Dumbo. O elefantinho mais amado do mundo ganha vida nas mãos de Tim Burton. Mais uma obra para exaltar as diferenças. “Eu me sentia muito próximo de Dumbo, esse elefante que voa e não se encaixa no mundo. Era uma imagem muito pura, como em todas as fábulas da Disney, de um simbolismo simples para emoções reais”, disse o diretor em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo em Los Angeles.


Os atores tiveram de conviver com bonecos e um ator com roupa colante verde no papel de Dumbo, que foi criado com a ajuda da computação gráfica – diferentemente da animação clássica, os animais aqui não falam, apenas os humanos.

 

 

O filme se passa em 1919, em Joplin, nos Estados Unidos. Holt Farrier (Colin Farrell) é uma ex-estrela de circo que, ao retornar da Primeira Guerra Mundial, encontra seu mundo virado de cabeça para baixo. Além de perder um braço no front, sua esposa faleceu enquanto estava fora e ele agora precisa criar os dois filhos. Soma-se a isso o fato de ter perdido seu antigo posto no circo, sendo agora o encarregado em cuidar de uma elefanta que está prestes a parir. Quando o bebê nasce, todos ficam surpresos com o tamanho de suas orelhas, o que faz com que de início seja desprezado. Cabe então aos filhos de Holt a tarefa de cuidar do pequenino, até que eles descobrem que as imensas orelhas permitem que Dumbo voe.

 

 

Preparem o lenço porque o filme promete fortes emoções. Estreia nesta quinta, 28, no CineMax Canoinhas com três sessões, às 16h50, 19 e às 21h10.

 

 

 

NETFLIX FORA

A plataforma de streaming Netflix não poderá competir por nenhum filme no Festival de Cannes de 2019, de acordo com a Variety. A discussão é longa. De acordo com a legislação francesa, um filme deve esperar 36 meses para estrear online, algo que a Netflix repudiou e decretou que não apresentará mais seus filmes nos cinemas franceses.

 

Thierry Fremaux, diretor artístico de Cannes, mudou algumas regras para que a empresa pudesse participar do festival, mas não poderá competir para o prêmio da Palma de Ouro, o principal do evento.

 



 

Ainda há esperanças disso se reverter, pois há boatos de que a Netflix e Cannes estão em conversas amigáveis para encontrar uma solução para esse impasse. Infelizmente, isso pode significar que tanto o novo filme de Scorsese O Irlandês, quanto a nova obra de Steven Soderbergh The Laundromat estão cortados da competição principal. No dia 1º de abril, sai a lista oficial de Cannes e descobriremos se realmente a gigante do streaming está de fora!

 

 

 

CINEMA E DIAMANTES

Os diamantes existem desde sempre, sendo cristaizinhos de carbono que, no século 19 só eram encontrados no Brasil e na Índia. Mas, nessa época, eles eram bem negligenciados, sem o status atual de preciosidade e luxo. O que mudou tudo foi quando, em 1888, uma empresa chamada De Beers Consolidated Mines assumiu o controle absoluto sobre tudo relacionado ao comércio mundial de diamantes.

 

 

Depois da queda da bolsa de valores de 1929, esse mercado enfrentou uma crise profunda e foi preciso o acionamento de uma agência de propaganda norte-americana para reverter essa situação.

 

 

A principal ideia deles foi romantizar os diamantes para alterar o imaginário coletivo quanto à maneira como um homem poderia “conquistar” uma mulher. Foi aí que a agência resolveu investir fortemente nos ídolos de cinema, que já eram ideais de romance para o público, e estes receberam diamantes para exibi-los como símbolos de amor eterno. E, logo depois do ator Richard Burton propor Elizabeth Taylor em noivado com um anel de diamante, foi “inventada” a joia e filmes inteiros foram criados e patrocinados pelos grandes maisons da pedra preciosa.

 

 

Os Homens Preferem as Loiras (foto), com Marilyn Monroe, diz que os diamantes são os melhores amigos das mulheres; Bonequinha de Luxo tem Audrey Hepburn eternizada com seu colar de pérolas e diamantes; 007: os diamantes são eternos trouxe Sean Connery resgatando uma fortuna de joias roubadas; e Ladrão de Casaca coloca Grace Kelly no centro de um roubo de diamantes.

 

Deixe seu comentário: