sábado, 28

de

maio

de

2022

ACESSE NO 

DNIT culpa chuva pela falta de sinalização do trevo de acesso à Bela Vista do Toldo

Últimas Notícias

- Ads -

Verba para obra está acabando

CULPA DA CHUVA

A engenheira responsável pelo Departamento Nacional de Infraestrutura (DNIT), Adilene Adratt, disse ao vereador Marcos Homer (Podemos) que a demora em se fazer a pintura do trevo de acesso à Bela Vista do Toldo pela BR-280 é… da chuva. Isso mesmo. Segundo ela relatou ao vereador, enquanto a umidade relativa do ar estiver acima de 60% uma norma do próprio DNIT define que pinturas de faixas não são recomendáveis pelo fato de que a durabilidade seria menor. A pavimentação do trevo foi refeita há quase um mês e, desde então, dois acidentes já aconteceram no trevo.

No dia 28 de setembro, o vereador bela-vistense Gilvane Machado (PSL) já havia apresentado requerimento ao DNIT cobrando a sinalização. Não obteve nenhum retorno. “Não há nenhuma sinalização na rodovia, precisa ser efetuado essa manutenção com urgência, pois está se colocando todos que transitam em situação de risco”, alertou naquela data por meio de ofício.

Ontem, requerimento assinado por vereadores de Canoinhas reforçou o pleito.

A previsão é de que o tempo melhore nesta semana, porém, o vereador Homer alertou que está acabando a verba federal para reparos no trecho canoinhense da BR-280. Espera-se que não acabe bem no momento de fazer a pintura do trevo.



ALEGAÇÃO

O DNIT e a Ápia devem se defender do processo que a família de pelo menos uma das vítimas fatais do triste engavetamento de 28 de setembro move contra eles mostrando o tacógrafo do caminhão que provocou o acidente. Segundo adiantado à coluna, o equipamento parou em 110 km/hora e estaria, portanto, acima do limite de velocidade para o local.



POSSE

Biluka/Divulgação

O suplente do PSL, Everton Ranthum, assumiu a vaga de Silmara Gontarek ontem na Câmara de Canoinhas. Silmara se afastou da função por duas semanas.




PRESIDENTE

Pólis Agência de Marketing Político e Eleitoral

O Movimento Democrático Brasileiro (MDB) de Canoinhas reuniu no sábado, 16, lideranças, políticos, filiados e convidados para a Convenção de escolha do novo Diretório e Executiva Municipal. Por unanimidade, a vereadora Zenilda Lemos foi eleita presidente do partido, e ressaltou a importância de ser a primeira mulher a presidir o MDB de Canoinhas nos seus mais de 50 anos de história.



MAIS EMPRESAS

Prefeito Beto Passos (PSD) mandou arquivar o projeto Mais Empresas, de sua própria autoria. O Programa Municipal de Desenvolvimento Socioeconômico denominado Empresa Mais (+) seria vinculado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Turismo e consistiria na concessão de incentivo econômico e fiscal às empresas que buscassem se instalar no Município de Canoinhas.

Vereadora Juliana Maciel (PSDB) lamentou o arquivamento e lembrou dos benefícios que a legislação traria para o Município. A oposição suspeita que emendas propostas por eles irritaram Passos.




RAZÕES

O Município diz que o projeto foi retirado à pedido do secretário de Desenvolvimento Econômico, Fabiano Freitas. A justificativa é adequação da matéria a uma lei para comodato de área que saiu recentemente. O projeto deve ser encaminhado à Câmara novamente entre esta semana e outra.



HOMENAGEM

A emoção tomou conta dos vereadores de Canoinhas ontem ao aprovarem a denominação de um posto de saúde da cidade com o nome de Vagner Trautwein, que foi vereador e atuou com médico em Canoinhas. Vagner morreu em agosto passado vítima de covid-19.

Familiares do médico participaram da sessão que teve depoimentos dos vereadores. O mais sensibilizado era Willian Godoy (PSD), que relembrou como o médico cuidou de sua mãe.


REPASSE

A Câmara de Vereadores de Três Barras aprovou ontem projeto de lei que permite o Município a repassar o valor de R$ 15 mil para a Associação Catarinense dos Deficientes (ACD), sediada em Canoinhas.




AUTORIZAÇÃO

Os vereadores tresbarrenses também aprovaram que o Município de Três Barras faça o transporte gratuito através de um caminhão baú, de materiais e equipamentos para o Sest/Senat localizados na cidade de Itajaí. Os materiais e equipamentos serão utilizados na unidade do Sest/Senat de Três Barras, e servirão para a montagem de uma nova sala de Odontologia, cuja demanda atende aos transportadores, seus dependentes e a comunidade em geral.