segunda-feira, 27

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

Divulgar lista de vacinados evita caça às bruxas e demonstra transparência

Últimas Notícias

- Ads -

Não há motivo para nenhum cidadão reivindicar sigilo

 

 

 

VACINOU?

O prefeito de Canoinhas Beto Passos (PSD) comprou uma briga com os vereadores de oposição que não vai ganhar: ele disse que seria quebrar o sigilo dos pacientes caso divulgasse os nomes dos vacinados contra a covid-19 no Município.

 

 

 

 

De fato o sigilo de um paciente não deve ser quebrado, mas não é este o caso. Nenhum dado sigiloso será divulgado. O próprio Município divulgou amplamente vídeos e fotos dos primeiros vacinados na cidade. O que os vereadores de oposição propuseram foi a divulgação de nome, CPF com alguns números ocultados por asteriscos e a profissão do cidadão. Nada de foro íntimo. Como, com exceção dos que acham que a Terra é plana, a vasta maioria dos canoinhenses quer se vacinar, não há segredo, muito menos constrangimento nenhum na divulgação dessa lista.

 

 

 

Isso evitaria, por exemplo, que uma caça às bruxas se instaurasse, como de fato já acontece. Nesta semana, a foto de uma estudante de biomedicina que estagia em um consultório odontológico mostrando a carteira de vacinação gerou uma Notícia de Fato ao Ministério Público assinada pelo ex-secretário de Desenvolvimento Econômico de Passos, Paulo Machado. O presidente do PSB local afirma que a foto levanta dúvidas sobre os critérios adotados para a seleção de pessoas que estão sendo imunizadas pela prefeitura de Canoinhas. Ele questiona se a vacinação no município segue à risca o que determina o plano estadual de vacinação contra a covid-19. “O plano estadual de vacinação determina de forma objetiva e taxativa quem deve ser imunizado em cada fase da vacinação”, ressalta o denunciante lembrando que “ao que tudo indica a moça não é profissional da linha de frente e no momento é acadêmica de biomedicina”.

 

 

 

Dentistas e auxiliares de Canoinhas foram, desde que concordassem, vacinados no começo da semana como amplamente foi divulgado. Portanto, a vacina da moça está dentro das regras.

 

 

 

 

A lista evitaria falatório, demonstraria transparência e seguiria jurisprudência de outros Municípios. Tornar o tema uma queda de braço com os vereadores não resultará em bons frutos.

 

 

 

 

 

 

 

 

ENCAMINHADA

O Município já encaminhou a lista de vacinados para o Ministério Público. Vice-prefeito Renato Pike (PL) avalia que cabe ao promotor que solicitou a lista divulgá-la ou não.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RECEPÇÃO

Prefeito Beto Passos reajustou um contrato com uma empresa terceirizada para prestar o serviço de recepcionista em seu gabinete. Chama a atenção o valor da hora trabalhada publicada no Diário Oficial dos Municípios: R$ 283,92. Trabalhando oito horas por dia, o serviço custaria R$ 11.356 por semana.

 

 

Vice-prefeito Renato Pike (PL) disse que houve erro de digitação. De fato, o contrato tem valor bem diferente. O reajuste foi de R$ 16,68  para R$ 17,59 a hora.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ASFALTO

As ruas João B Fedalto e Rosi Zaniolo Freitas serão pavimentadas em breve. O projeto foi contratado nesta semana ao custo de R$ 6,9 mil. A Geovias Engenharia é a reponsável.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

R$ 3,2 milhões 

foi quanto a Câmara de Vereadores de Canoinhas movimentou de recursos próprios em 2020

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

APETITE

A prefeitura de Bela Vista do Toldo promoveu licitação no valor de R$ 98 mil para compra de utensílios de cozinha.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PRECEDENTE

Reprodução

Servidor do DNIT informa, sob condição de anonimato, que o buraco que se abriu na BR-280 com as chuvas de janeiro não surpreendeu o órgão. Isso porque, em 2019 já havia indícios de sedição, quando ocorreu um deslizamento inicial. Mesmo com o risco de desmoronamento, pasmem, o DNIT não interditou, muito menos providenciou reparos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ATRASADO

O projeto que está sendo executado na BR 280 prevê a implantação de lombadas eletrônicas, vias de escape e recapeamento. A massa asfáltica é de responsabilidade da empresa contratada para fazer a manutenção da via, porém, desde outubro do ano passado os repasses mensais à empresa foram suspensos. Voltarão somente em março, segundo a coluna apurou. Dessa forma, uma terceira empresa foi contratada para a obra emergencial. O trecho desmoronado não estava incluso nas atribuições da empresa que aguarda os pagamentos atrasados do DNIT.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

HOMENAGEM

Projeto de lei a ser apreciado nos próximos dias na Câmara de Vereadores de Canoinhas cria um mural em homenagem aos ex-vice-prefeitos de Canoinhas. Hoje, na prefeitura, há somente uma galeria de fotos dos prefeitos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

77

pacientes foram transferidos do Oeste somente em fevereiro. O motivo é a superlotação de UTIs com pacientes covid

 

 

 

 

 

 

 

VOTO

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Deputado catarinense Fábio Schiochet (PSL-SC) votou pela revogação da prisão do colega Daniel Silveira (PSL)-RJ), preso depois de ofender membros do Supremo Tribunal Federal. Schiochet é membro do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MENOS DOSES

Diferente do cronograma inicialmente divulgado pelo Ministério da Saúde, Santa Catarina deve receber um quantitativo menor de doses da vacina contra a covid-19 ainda em fevereiro. Segundo o diretor da Vigilância em Saúde em Santa Catarina, Eduardo Macário, das 268 mil doses previstas, há garantia de entrega de apenas 10 mil. Dados sobre a distribuição devem ser publicados nas próximas horas. As informações são do colunista da NSC, Ânderson Silva.

 

 

 

 

 

 

 

 

“O Ministério da Saúde precisa olhar para Santa Catarina”

Do secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CRIME E CASTIGO

Mais de 300 estabelecimentos foram interditados em Santa Catarina em fevereiro por descumprirem as medidas contra a covid-19. Entre as normas que não foram atendidas, segundo a Polícia Militar, estão o desrespeito ao distanciamento social, uso incorreto de máscaras e não disposição de álcool.