DIC prende último de cinco acusados de terem matado proprietário de bar


Divulgação/Polícia Civil

Segundo a Polícia ordens para a prática de crimes vieram de presídios 

 

 

 

Nesta sexta-feira, 16, a equipe da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Canoinhas deu cumprimento a ordens judiciais de prisão em desfavor do último dos cinco envolvidos em crimes de homicídio e tentativa de homicídio praticados no município de Canoinhas no final de agosto. As ocorrências foram registradas no bairro São Marcos e Loteamento Santa Cruz.

 

 

Antonio Pereira, de 52 anos, recebeu vários disparos dentro do bar que mantinha no bairro São Marcos e faleceu no hospital. Sua esposa foi atingida em três locais, mas conseguiu se recuperar. Já no Loteamento Santa Cruz, um homem de 27 anos ferido por arma de fogo, mas sobreviveu.

 

 

 

Segundo a Polícia Civil,  as ordens para a prática dos crimes foram emanadas de presídios de diferentes regiões do Estado e envolveram membros de facções criminosas.

 

 

 

 

“Após longo período de incessantes investigações e diligências, nesta sexta, a equipe da DIC de Canoinhas prendeu o último envolvido nas tramas criminosas”, postou a DIC em sua página no Facebook. O último acusado foi preso no município litorâneo de Camboriú. O suspeito não ofereceu resistência as ordens de prisão preventiva expedida pelo Juízo de Canoinhas.

 

 

 

“Para lograr êxito nesta prisão, a DIC de Canoinhas contou com apoio incondicional da Polícia Militar de Santa Catarina, especificamente dos municípios de Canoinhas, Camboriú, Araquari e Joinville. A simbiose na troca de informações mantida entre as equipes da PC e da PM foram fundamentais para a resolução do caso”, frisou a DIC em nota.

 

 





Deixe seu comentário: