De olho nas eleições municipais, PSL vai lançar cartilha de conduta

Presidente Bolsonaro e o governador Moisés/Divulgação

Ideia é filtrar filiados interessados somente na popularidade de Bolsonaro e Carlos Moisés

 

 

FILTRO

Enquanto prepara uma campanha nacional de filiação para agosto, o PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro e do governador catarinense Carlos Moisés da Silva, está elaborando uma cartilha de princípios. Com vistas às eleições municipais, o partido quer usar a medida para enfrentar um dilema: como buscar quadros competitivos para eleger mais prefeitos em 2020 sem desaguar numa filiação desenfreada de pessoas com pouco ou nenhum alinhamento com a legenda. Além de “filtrar” novos filiados, o objetivo é ter um instrumento para “enquadrar” os que não seguirem à risca as diretrizes do partido. A informação foi publicada no jornal O Globo.


 

 

A avaliação interna é que muitos filiados pegaram carona na popularidade de Bolsonaro nas eleições de 2018, ou são remanescentes de quando o PSL era um partido nanico e não estão comprometidos com as atuais bandeiras da sigla. Nesses casos, a edição da cartilha será um caminho para desfiliações.

 

O texto está sob responsabilidade da direção nacional. Segundo dirigentes ouvidos pelo Globo, ele abordará temas caros ao bolsonarismo, da agenda liberal na economia à pauta conservadora nos costumes, como a defesa das privatizações e a condenação do aborto e da chamada “ideologia de gênero”.

 

 

 

 

DILEMA

Em Canoinhas, o PSL tem como grande desafio não só estabelecer esse filtro, mas encontrar um nome com capacidade de liderança, aliada a uma conduta ilibada, para compor a majoritária.

 

 

 

 

VETO PARCIAL

A Câmara de Canoinhas aprecia hoje veto parcial ao projeto de lei que proíbe a contratação de servidores públicos municipais que tenham sido condenados com base na lei Maria da Penha, que pune com prisão agressores de mulheres.

 

 

 

 

BANCO DE ÓCULOS

Na sessão desta segunda feira, 15, foi aprovado por unanimidade o projeto de lei de autoria do vereador Wilmar Sudoski (PSD) que estabelece um Banco de Óculos em Canoinhas. O objetivo é atender pessoas carentes do município com armações doadas pela comunidade. Agora o projeto segue para sancionamento ou não do prefeito Beto Passos (PSD).

 

 

 

 

 

INFORMAÇÕES

A Câmara de Três Barras aprovou por unanimemente requerimento de autoria do vereador Marco Antonio de Sousa (MDB) que faz uma série de questionamentos sobre as receitas e despesas da prefeitura. Sousa quer saber, por exemplo, qual o saldo financeiro livre da Prefeitura e o saldo financeiro de verbas vinculadas.

 

 

O vereador quer estar inteirado das contas da prefeitura antes da votação de projeto de lei que permite empréstimo junto a instituições de fomento.

 



 

 

LIBEROU GERAL

A demissão de um servidor comissionado flagrado em blitz alcoolizado e com armas gerou piadas inevitáveis no paço municipal relacionadas ao seu apelido.

 

 

 

 

DNI

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve definir em novembro deste ano as cidades que vão participar do projeto-piloto para as primeiras emissões do Documento Nacional de Identificação (DNI), documento digital que reunirá informações da identidade (RG), CPF, título de eleitor e carteira nacional de habilitação dos cidadãos.

 

 

De acordo com o tribunal, responsável pela gestão do programa, técnicos trabalham na identificação das localidades que apresentam condições técnicas para iniciar a emissão do DNI. Cidades com maior número de pessoas cadastradas no sistema biométrico de votação das urnas eletrônicas devem participar do projeto inicial.

 

 

 

 

ÔNIBUS

Somente Monte Castelo, entre os Municípios da região, foi selecionado entre os 93 municípios catarinenses que receberam ontem 116 novos veículos escolares do Governo Federal em cerimônia realizada em Florianópolis. Havia expectativa da presença do presidente Jair Bolsonaro (PSL), mas ele não pode vir. Os ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e da Educação, Abraham Weintraub, o representaram.

 

 

 

A NOVELA

A Band estreou ontem uma novela portuguesa que tem como nome a antiga denominação de Canoinhas. Ouro Verde é um típico folhetim bem ao gosto do brasileiro que tem, inclusive, atores brasileiros como Silvia Pfeifer, Zezé Mota e Gracindo Junior. O verde do nome, no entanto, não tem a ver com erva-mate, mas com uma valiosa floresta.

 

 

 

 

FESTIVAL DE PARTIDOS

Ter um partido para chamar de seu é um sonho de muita gente. O melhor negócio do mundo nas palavras de quem quer ganhar dinheiro fácil. Não por acaso, 76 legendas tentam emplacar seu registro no TSE. Hoje, das 35 legendas oficializadas, há nomenclaturas inacreditáveis como o Partido Nacional Corinthiano, Partido das Sete Causas, Partido dos Animais, Partido do Esporte, Partido dos Piratas e da Inelegibilidade Automática (?).

 

 

 

 

GÁS DE XISTO

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) vai recorrer contra decisão tomada na semana passada pelo governador paranaense Ratinho Jr, que proibiu, para evitar possíveis estragos ao meio ambiente, uma futura exploração de gás de xisto no Estado.

Medida semelhante vem sendo tomada por prefeituras da região, alvo da Irati Energia, subsidiária da canadense Forbes & Manhattan.

 

Deixe seu comentário: