domingo, 16

de

janeiro

de

2022

ACESSE NO 

Corte de gratificação para a Saúde é discutido na Câmara de Três Barras

Últimas Notícias

- Ads -

Prefeito propõe corte de 50% no bônus destinado aos profissionais

Prefeito de Três Barras, Luiz Shimoguiri (PSD) encaminhou projeto à Câmara de Vereadores que promove corte de 50% nas gratificações do trabalhadores da Saúde que atuam na linha de frente do combate à covid-19. “Não é o momento. No ano passado foi dado o benefício, mas se vermos o atual momento em relação a quando o bônus foi concedido, o momento atual é mais crítico. Tem ainda o esforço, o desgaste físico e psicológico, a exaustão dos servidores”, protestou a vereadora Josi Gazaniga (MDB), que apresentou uma emenda ao projeto visando manter o pagamento de 100%.
A vereadora lembrou que o Executivo prorrogou o estado de calamidade devido à covid até o final de outubro, o que para ela que justifica não ser agora o momento de reduções de incentivo aos profissionais. Ela recebeu apoio do vereador Laudecir Gonçalves.

Outro projeto já aprovado pela Câmara, que também justifica a manutenção do benefício em 100%, segundo a vereadora, autoriza o Executivo a contratar servidoras ocupantes do cargo de agente comunitário de Saúde do quadro de Emprego Público, com formação em técnico de enfermagem, para atuarem no combate à pandemia. A justificativa está no número de funcionários afastados por ter se contaminado, bem como pela escassez de profissionais para atuarem no combate à covid-19. Para tanto, o Município ficará autorizado a pagar o valor do salário base do profissional técnico em enfermagem do quadro de emprego público municipal, acrescidas de eventuais gratificações e horas extras.

Questionado sobre o corte da gratificação, o Executivo informou que trata-se de uma atitude técnico-administrativa. Shimoguiri realizou uma reunião com os vereadores e explicou o motivo pela qual foi adotada esta medida.





DETALHES

Adelmo Alberti durante a posse/1.1.21/Edinei Wassoaski/JMais

Quem viu a peça acusatória contra Adelmo Alberti (PSL) ficou de cabelos em pé. Dizem que os elementos são bem contundentes, com direito a imagens bem constrangedoras.








PRODUTIVIDADE

A produtividade do Poder Judiciário de Santa Catarina (PJSC) no primeiro semestre deste ano esteve entre as mais destacadas de todos os órgãos de Justiça do país. Foram publicados 499,4 mil sentenças e acórdãos entre janeiro e o último mês de junho. Trata-se do segundo melhor resultado entre os dez tribunais estaduais de médio porte no país.






PRORROGAÇÃO

O Poder Executivo encaminhou nesta semana à Assembleia Legislativa três medidas provisórias (MPs) que ampliam prazos referentes à pandemia da covid-19. O objetivo é manter o pagamento de leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) para o tratamento da doença e da gratificação para profissionais a saúde que atuam na linha de frente, além de dispensar hospitais que atendem pelo SUS do cumprimento de metas. Os prazos foram prorrogados até 30 de setembro.






POLÊMICA DO HORÁRIO

O movimento de donos de bares, restaurantes e negócios turísticos – que pedem a volta do horário de verão – não recuou após Bolsonaro dizer, na terça, 6, que é contra porque “mexe no relógio biológico”. Eles reúnem estudos para argumentar que ajudaria o setor, um dos mais afetados na pandemia. 








PEDÁGIO MAIS CARO

A tarifa de pedágio no trecho Norte da BR-101 em SC sofre o terceiro aumento em menos de um ano. Neste sábado, 10, a cobrança sobre carros passará de R$ 3,90 para R$ 4,10. Para motos, o valor salta de R$ 1,95 para R$ 2,05. O reajuste será aplicado nas quatro praças de pedágio em SC, em Palhoça, Porto Belo, Araquari e Garuva, e também nas cabines de São José dos Pinhais, no Paraná.







DOSES EXTRAS

Foto: Julio Cavalheiro / Secom

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de SC confirmou que vai direcionar 43,4 mil vacinas, das 140 mil que serão distribuídas nesta sexta-feira, 9, como doses extras para 78 municípios que ainda não chegaram ou ultrapassaram os 40 anos de idade no calendário por faixa etária.