Com visual deslumbrante e história vigorosa, Mr Maisel é um deleite

Série da Amazon está entre os maiores indicados do Emmy deste ano

 

VIGOR


Com cinco indicações às principais categorias do Emmy 2019, que será entregue no mês que vem, A Maravilhosa Mr Maisel trouxe frescor à comédia no streaming. Concluí nesta semana a primeira temporada, mas a segunda já está disponível na Amazon Prime Vídeo. A terceira está em produção.

 

 

 

A primeira temporada levou os troféus de melhor série cômica, roteiro, direção, atriz (Rachel Brosnahan) e atriz coadjuvante (Alex Borstein) na 70ª edição do Emmy no ano passado. Não se espante se a série repetir o feito neste ano.

 

 

 

Julgando pela primeira temporada, Mr Maisel é um deleite para os olhos e ouvidos. A reprodução de época, os figurinos e cenários impecáveis, aliados a um roteiro ágil e inteligente, com um elenco afinadíssimo, a série se aproxima da perfeição.

 

 

 

 

Midge Maisel é uma mulher dos anos 1950 casada com um promissor empresário que, na verdade, é um comediante frustrado. Como a boa e submissa esposa do século passado, Midge faz de tudo para contornar essa questão. Ela mesma bola as piadas que o marido ensaia e apresenta em um boteco infame. Para convencer o programador a incluir o marido entre os artistas, faz de um belo assado um eficaz suborno.

 

 

 

 

O problema é que não é Joel o engraçado do casal. Midge escreve todas as piadas e, como tal, tem maior facilidade e graça em recitá-las. Ela vai descobrir isso quando Joel decide trocá-la pela secretária. Apesar de tudo o que ela faz por ele, Joel a culpa por sua frustração. Bem típico.

 

 

 

Separada (um certificado de fracassada à época), com dois filhos para criar e pais bastante invasivos, mas não menos engraçados, Midge encontra uma agente rabugenta e parte para o show business. No que isso vai dar é que a parte mais saborosa dessa deliciosa comédia de época.




Deixe seu comentário: