Com show de Luciano, São Paulo vence Bahia e encosta no Atlético-MG


Felipe Oliveira / EC Bahia

Atacante fez dois gols, sendo um de bicicleta, no triunfo por 3 a 1

 

 

SÃO PAULO X BAHIA

Depois de dois empates consecutivos, o São Paulo voltou a vencer no Campeonato Brasileiro e encostou de vez no líder Atlético-MG. A vitória de 3 a 1 sobre o Bahia, neste sábado, 28, na Fonte Nova, deixou o Tricolor com 41 pontos, apenas um atrás do Galo, sendo que a equipe paulista tem dois jogos a menos.

 

 

O Bahia permanece com 28 pontos e não se afasta da zona do rebaixamento. Com dez desfalques para o confronto deste sábado (28), o time da casa entrou na partida esperando o São Paulo avançar para tentar o contra-ataque. No primeiro tempo até que deu certo.

 

 

Logo aos quatro minutos, Rossi recebeu lançamento, entrou na área pela direita e chutou para a boa defesa de Volpi. O São Paulo só conseguiu levar perigo aos 15 minutos, após tabela entre Brenner e Luciano. O camisa 30 ficou na cara do goleiro Douglas, mas perdeu a oportunidade.

 

 

 

 

Aos 25 minutos, veio o lance polêmico do jogo. Após lançamento na área do São Paulo, Leo tirou de cabeça para escanteio. Volpi saiu, não acertou a bola, e acabou dando um soco, involuntário, no rosto de Ernando, que precisou ser atendido devido ao sangramento. O árbitro Leandro Pedro Vuaden consultou o VAR, considerou a jogada casual, e não assinalou pênalti. A melhor chance do Bahia veio aos 46 minutos, quando Alesson avançou pela esquerda e tocou para Gregore chutar, obrigando Volpi a salvar o time paulista.

 

 

O São Paulo voltou para o segundo tempo com duas alterações. Juanfran e Léo saíram para as entradas de Vitor Bueno e Tchê Tchê. As mudanças deram resultado e o time de Fernando Diniz passou a controlar inteiramente a partida e a finalmente ter chances de marcar.

 

 

O primeiro gol saiu aos seis minutos. Reinaldo cobrou lateral na área, a zaga do Bahia bateu cabeça e Luciano, de bicicleta, abriu o placar. A bola ainda desviou em Juninho antes de entrar. O Bahia sentiu o gol e se desorganizou. Não demorou para o Tricolor Paulista chegar ao segundo. Aos 20 minutos, Reinaldo cobrou falta praticamente na marca do escanteio e Arboleda subiu sozinho para vencer o goleiro Douglas.

 

 

O São Paulo definiu a vitória aos 28 minutos. Reinaldo desceu pela esquerda e tocou para Luciano. O camisa 11 pegou bonito, de primeira, no canto direito de Douglas, para fazer um belo gol. Com a vantagem no placar, os visitantes diminuíram o ritmo e o Bahia conseguiu seu gol. Nino Paraíba recebeu lançamento de Élber e tocou na medida para Clayson finalizar.

 

 

Na próxima rodada, o São Paulo enfrenta o Goiás, na próxima quinta-feira (3 de dezembro), na Serrinha, às 19h (horário de Brasília), em partida atrasada da primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Já o Bahia encara o Ceará no próximo sábado (5 de dezembro), às 19h, na Fonte Nova.

 

 

 

PALMEIRAS X ATHLETICO-PR

 

Após um tropeço inesperado contra o lanterna Goiás, o Palmeiras reencontrou o caminho da vitória pela Série A do Campeonato Brasileiro neste sábado (28). No Allianz Parque, em São Paulo, o Palmeiras superou o Athletico Paranaense por 3 a 0 pela 23ª rodada da competição. Com 37 pontos, o Verdão assumiu o quarto lugar, a cinco pontos do líder Atlético-MG, mas pode cair para quinto se o Internacional pontuar diante do Atlético-GO, também neste sábado, às 21h (horário de Brasília). O Furacão, com 28 pontos, saiu da metade de cima da tabela.

 

 

Os números escancaram a superioridade alviverde na partida: foram mais de 20 finalizações a gol, contra três dos rubro-negros – que tiveram encerrada uma sequência de três triunfos consecutivos na Série A. O time paranaense foi a campo repleto de desfalques pelo novo coronavírus (covid-19). Entre as ausências, estavam os goleiros Santos e Jandrei. Sem poder relacionar Mycael, 16 anos, que está com a seleção brasileira sub-17 e não foi liberado, o Athletico só teve um arqueiro à disposição: Bento, de 21 anos.

 

 

 

 

Sete minutos. Foi o que o Palmeiras – que também sofre com desfalques pela covid-19 – precisou para abrir o placar com o volante Patrick de Paula, após passe do meia Lucas Lima. O meia Gustavo Scarpa, que parou na trave e em Bento, e o zagueiro Gustavo Goméz chegaram perto. Coube a um ex-atacante do Athletico marcar o segundo do Verdão. Aos 34 minutos, após uma bola dividida pelo lateral Gabriel Menino e Bento, Rony completou para as redes.

 

 

Como a “lei do ex” é implacável, Rony ainda marcou o terceiro, desviando de cabeça uma cobrança de escanteio do meia Zé Rafael, aos quatro do segundo tempo. Superior, o Verdão se manteve no comando das ações e só não ampliou porque o atacante Gabriel Silva escorou uma bola para fora – quase na pequena área – e depois parou em outra defesa de Bento.

 

 

Palmeiras e Athletico-PR voltam as atenções aos jogos de volta nas oitavas de final da Libertadores. O Verdão recebe o Delfin, do Equador, na próxima quarta-feira (2), às 19h15 (horário de Brasilia). Na terça (1º de dezembro), também às 19h15, o Furacão visita o River Plate, da Argentina.

 

 

SANTOS X SPORT

 

Outro que segue na briga pelo título é o Santos. Também neste sábado (28), o Peixe derrotou o Sport por 4 a 2 na Vila Belmiro, e foi aos mesmos 37 pontos do Palmeiras. O Alvinegro fica atrás do Verdão pelo saldo de gols e encerrará a rodada na zona de classificação para a próxima edição da Libertadores. O Leão, com 25 pontos, está em 16º e pode cair para o Z-4 se o Vasco superar o Ceará nesta segunda-feira (30), às 18h. O duelo marcou a volta do técnico Cuca ao banco de reservas santista, após se recuperar da covid-19.

 

 

O Santos abriu 2 a 0 em apenas 11 minutos, com gols dos atacantes Marinho (em pênalti polêmico) e Lucas Braga. O Sport empatou antes do intervalo, com os atacantes Marquinhos e Leandro Barcia. O Peixe acordou na etapa final e voltou a frente com o atacante Bruninho, de cabeça. O também atacante Yeferson Soteldo – cuja camisa 10 fez homenagem ao ídolo argentino Diego Maradona, falecido na última quarta-feira, 25 – fechou o marcador, em nova cobrança de penalidade.

 

 

Santos e Sport retornam a campo no domingo da próxima semana, 6, pela 24ª rodada da Série A. Às 16h, o Peixe realiza o clássico com o Palmeiras na Vila Belmiro. Já às 20h30, o Leão visita o São Paulo no Morumbi, na capital paulista.

 

 

Confira a classificação completa da Série A do Campeonato Brasileiro.





Deixe seu comentário: