Matérias de: Adair Dittrich

ADAÍR DITTRICH: Álbum de figurinhas

Ainda flanando o pensamento, ainda com a mente coalhada de reflexos do futebol e das lembranças das primeiras copas do mundo, outras histórias vão chegando. Como eu as vi, como eu as senti, como eu as aplaudi, como chorei de desilusão e como chorei de emoção. Volto ao mais antigo tempo de que me lembro quando...
Continue lendo...

ADAÍR DITTRICH: A minha história das copas

Foto: Seleção Brasileira antes da final Copa de 1970 contra a Itália/Arquivo
A época, o clima, o tudo e o todo em torno de um monumental evento como é a Copa do Mundo de Futebol faz com que a vida e o pensamento só girem em torno deste tema. E a memória se volta para um tempo distante...
Continue lendo...

ADAÍR DITTRICH: Mácula no corpo. E na alma…

Isto não é um comentário sobre uma obra literária. Nem mesmo uma crítica. Porque eu não me vejo colocada nessa categoria. E é algo que também não faz o meu gênero, o meu estilo, o meu jeito de ser. Mas, preciso falar de um livro. De um livro que há poucos dias acabei de ler, de...
Continue lendo...

ADAÍR DITTRICH: O Grito das Águas

Flanando sob as águas eu venho há tempos imemoriais desde a longínqua grande água salgada que impetuosamente se lança, dia e noite, em forma de imensas ondas contra rochedos e margens arenosas. Venho desde tempos imemoriais desde aquela grande água salgada que é azul porque nela refletida está a cor do infinito céu. Flanando sob estas...
Continue lendo...

ADAÍR DITTRICH: E mais uma vez Isis

Foto: Reprodução da página do jornal Correio do Norte/Reprodução
Existem épocas na vida em que o mergulho no passado torna-se necessário como um martelo de água que incessantemente bate. E em outras ele aflora assim, de repente, sem pedir permissão, nadando incólume até em turbulentas águas. Estamos todos ainda flanando no espaço, estendidos em maciços de nuvens,...
Continue lendo...