Casos ativos de covid em SC atingem maior número desde o início da pandemia


Ciclista transita de máscara pelo centro de Canoinhas/Edinei Wassoaski/JMais

Passa de 14 mil o número de pessoas em tratamento contra a covid no Estado; 62 deles em Canoinhas

 

 

Santa Catarina atingiu o maior número de casos de covid-19 desde o início da pandemia neste sábado, 7, o que mostra contornos de uma segunda onda de contaminação no Estado. Florianópolis foi para o nível gravíssimo de contaminação na semana passada e a região do Planalto Norte voltou para o nível grave.

 

 

 

 

Já é possível afirmar que a capital catarinense vive a chamada segunda onda da covid-19, segundo Oscar Bruno Romero, professor de doenças infecciosas e vacinas do Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em entrevista à Folha de S.Paulo publicada no sábado, 7. “Quando se observa por semanas seguidas uma diminuição de casos como ocorreu em setembro e, sem mudanças nas circunstâncias, passa a ocorrer um aumento constante, há uma segunda onda. Em um gráfico com casos, observa-se claramente as duas ondas”, diz. A realidade não se restringe à Capital. Há três semanas que Canoinhas vem divulgando números de dois dígitos diariamente em relação a novos casos.

 

 

 

Os dados atualizados neste domingo, 8, mostram que em Santa Catarina, 274.621 pacientes com teste positivo para covid-19. Desses, 257.953 são considerados recuperados e 13.457 continuam em acompanhamento. Até esta data, 3.211 mortes foram causadas pelo coronavírus. Com isso, a taxa de letalidade é de 1,17%.

 

 

 

 

Há casos confirmados em todos os 295 municípios catarinenses, e há 236 com pelo menos um óbito. Somente em Canoinhas já foram 11 mortos. O local com a maior quantidade de casos é Joinville, que soma 25.214 casos. Na sequência, aparecem Florianópolis (22.784), Blumenau (15.338), São José (13.299), Palhoça (9.325), Itajaí (9.251), Balneário Camboriú (8.802), Criciúma (8.451), Chapecó (8.030) e Tubarão (6.579).

 

 

 

 

 

A taxa de ocupação dos leitos de UTI pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Santa Catarina é de 67,4%. Isso significa que, dos 1.432 leitos existentes no estado, 467 estão vagos e 965 estão ocupados, sendo 288 por pacientes com confirmação ou suspeita de covid-19.

 

 

ACOMPANHE OS NÚMEROS DO PLANALTO NORTE

 

 

 

Os dados podem ser ainda maiores porque os números de casos de coronavírus e óbitos em Santa Catarina estão sendo processados parcialmente neste sábado. Isso porque a Secretaria de Estado de Saúde está com dificuldades de acesso aos sistemas do Ministério da Saúde.

 

 

 

 

 

 

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, os dados de casos e óbitos do coronavírus nos municípios catarinenses, dos últimos dias, poderão ter atraso em seu processamento por conta de um ataque cibernético aos dados do Ministério da Saúde. “A SES segue trabalhando juntamente com o Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (Ciasc) para validar os dados com precisão e agilidade. As possíveis divergências no número de casos e óbitos de covid-19 estão sendo monitoradas e serão corrigidas, sempre em parceria com os municípios.”

 

 

 

 

ATUALIZAÇÃO

A Secretaria de Saúde de Canoinhas confirmou oito novos casos para covid-19 no município neste final de semana. São homens e mulheres entre 31 e 61 anos – todos sintomáticos. Dos seis internados, cinco são de Canoinhas. 15 pacientes positivos para covid-19 foram liberados para o convívio social seguro, totalizando 55 casos ativos em isolamento.

 

 

 

Em Três Barras, laudos laboratoriais descartaram suspeitas de covid-19 em sete pessoas neste último final de semana, em Três Barras: são cinco homens e duas mulheres.

 

 

 

O Centro de Triagem Municipal de Síndrome Gripal soma agora 2394 atendimentos médicos prestados à população, desde o início da pandemia. Deste total, cinco deles foram no sábado, 7, e quatro no domingo, 8.

 

 

 

Três Barras têm, no momento, a confirmação de 419 pessoas já infectadas pelo novo coronavírus; 394 recuperados; nenhum caso suspeito e 299 descartados; 37 pessoas em monitoramento; e quatro mortes registradas em virtude da doença.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cidades com mais casos ativos

Florianópolis – 2225

Blumenau – 1329

Palhoça – 871

Joinville – 622

São José – 596

Balneário Camboriú – 507

Criciúma – 407

Lages – 350

Biguaçu – 340

Jaraguá do Sul – 303





Deixe seu comentário: