quarta-feira, 27

de

outubro

de

2021

ACESSE NO 

Capim Limão: Uma planta milenar pouco utilizada na cultura ocidental

Últimas Notícias

- Ads -

Entenda suas propriedades

O capim limão, de nome científico Cymbopogon citratus, também conhecido como erva-príncipe, capim-cidreira, capim-santo ou erva cidreira de capim, é originário da Ásia, mais específico das regiões tropicais, como a Índia.

Possui aroma semelhante ao limão quando suas folhas in natura são quebradas, e é muito utilizado para auxiliar em dores abdominais e má digestão.

O capim santo é uma planta rica em terpenos, flavonoides e compostos fenólicos que proporcionam efeito antioxidante. Por isso, o uso dessa planta tem diversos benefícios, como a ação anti-inflamatória e analgésica; onde trata dores musculares, dores de cabeça, barriga, reumatismo e tensão muscular.

Também é muito utilizado no controle do colesterol e do diabetes, além de diminuir inchaços, agindo como diurético.

Tem, inclusive, propriedades anti-bacterianas, antifúngicas e antioxidantes; no entanto, ele tem contra indicações.

O capim limão pode causar enjôos, boca seca, diminuir a pressão arterial causando desmaios. Quando utilizado na pele pode provocar também queimaduras.

Assim como a maioria das plantas e alimentos fitoterápicos, o capim limão deve ser consumido com parcimônia – sempre com o devido acompanhamento de um médico e nutricionista. Vale destacar que, na maioria dos casos, as plantas medicinais não podem ser usadas como substitutas dos remédios prescritos pelos médicos – mas sim como auxiliares no tratamento. Por isso, lembre-se de sempre consultar especialistas e tome cuidado para não exagerar no consumo.