Canoinhense expõe obra em um dos museus mais importantes do mundo


Ivo Padilha, no museu do Louvre, em Paris/Arquivo Pessoal

Ivo Padilha está expondo a obra Combatendo o Bom Combate, na galeria do Carrousel Du Louvre, em Paris

 

 

 

 

O artista plástico canoinhense Ivo Padilha está em Paris, na França, expondo um quadro no Salão Internacional da Arte, na galeria do Carrousel du Louvre, que faz parte do Museu do Louvre, um dos museus mais importantes do mundo. O museu recebe em média 9 milhões de visitantes todos os anos e tem um acervo de mais de 380 mil objetos de todo o planeta.

 

Combatendo o Bom Combate, obra exposta em Paris por Ivo Padilha

 

 

A obra exposta por Padilha trata-se do quadro Combatendo o Bom Combate, uma pintura que retrata Henri Rol Tanguy, coronel francês que teve atuação destacada na 2ª Guerra Mundial. Na pintura, ele aparece em frente ao Arco do Triunfo. O quadro, que retrata uma parte importante da história da França, será também postado em várias redes sociais pela empresa Vivermos Arte, do Rio de Janeiro. O artista conta que fez todo trabalho de pintura do quadro na casa dele, em Canoinhas, junto com a esposa e os filhos Alisson e Amábile.

 

 

Local onde foi exposto o quadro do canoinhense/Arquivo Pessoal

 

 

Em mensagem a redação do Portal JMais e ao programa Fala Cidade da Rádio 98 FM, Padilha falou sobre a exposição e do orgulho de estar levando o nome de Canoinhas para outro país. “Nesta segunda-feira, 21, e nesta terça-feira, 22, estamos levando as nossas raízes, a nossa história para outras terras, para outros países. Não é só o meu trabalho, o meu reconhecimento, eu fico muito orgulhoso de ser filho de Canoinhas, não um orgulho de vaidade, de prepotência. Mas sim um orgulho bom, de estar trazendo o nome de Canoinhas para outras terras e hoje estar trabalhando com a Lizandra Miguel, da empresa Vivemos Arte, do Rio de Janeiro”, disse o artista plástico.

 

Padilha, em frente a réplica da famosa pirâmide de vidro invertida, em uma das entradas do museu

 

 

Padilha agradeceu a todos os empresários de Canoinhas, vereadores, amigos, familiares e à esposa, Angela Cristina Dolla Padilha, que o apoiou para que ele estivesse em Paris. “Foram tantas pessoas que me ajudaram, que colaboraram comigo, que compartilham o meu trabalho através do Facebook, quero agradecer de coração a todos”. Ivo, que está morando em Florianópolis, deve voltar a Canoinhas no Natal.

 

 

 

Além desse trabalho, Padilha já foi convidado para em outubro do ano que vem participar novamente do lançamento de um livro no Carrousel du Louvre. Em seguida, em novembro de 2020, o artista segue para Bruxelas, capital da Bélgica, também para uma grande exposição. “Vai ser bem interessante”, disse o artista empolgado. “É o nome de Canoinhas que estamos divulgando, correndo atrás, com maior alegria, de coração. Porque sou filho de Canoinhas, meus pais são filhos de Canoinhas, meus avós. Somos raízes, com orgulho!”

 

 

 

CONFIRA OS VÍDEOS FEITOS PELO ARTISTA DA EXPOSIÇÃO EM PARIS

 





Deixe seu comentário: