sábado, 4

de

dezembro

de

2021

ACESSE NO 

Canoinhas vai receber mais 684 doses da Pfizer e Coronovac

Últimas Notícias

- Ads -

Regional de Mafra receberá quase 5 mil doses

Quatro remessas, totalizando 394.090 doses da vacina contra a covid-19, chegam ao estado de Santa Catarina entre esta terça, 27, e quarta-feira, 28. As doses serão usadas para a vacinação da população em geral, por faixa etária e para a vacinação de pessoas dos grupos prioritários que ainda não foram vacinadas.

“Estamos avançando no nosso calendário vacinal e conseguindo garantir a inclusão de novas faixas etárias. Mas também é muito importante que as pessoas que já tomaram a primeira dose da vacina retornem para receber a segunda dose. Apenas dessa maneira estarão 100% protegidas. O retorno gradual das atividades depende do comprometimento de todos”, destaca o governador Carlos Moisés.

Nesta terça, 27, o estado recebeu três remessas. Pela manhã, no mesmo voo, chegaram 36.100 doses da AstraZeneca/Covax Facility e 113.700 doses da Coronavac. No início da tarde chegou o terceiro lote, com mais 171.750 doses da AstraZeneca/Fiocruz. Na quarta, 28, é esperada mais uma remessa com 72.540 doses da vacina Pfizer. O voo com essas doses deve pousar no aeroporto da Capital às 18h15.

Desta primeira leva, Canoinhas receberá 264 doses da Pfizer e 420 da Coronavac. A regional de Mafra vai receber, no total, quase 5 mil doses:

CIDADESPFIZERCORONAVACTOTAL
Canoinhas264420684
Major Vieira4270112
Bela Vista do Toldo365086
Três Barras90140230
Mafra276430706
Porto União168270438
Irineópolis5490144
Itaiópolis114200314
Papanduva96150246
Monte Castelo4270112
Campo Alegre9690186
Rio Negrinho210330540
São Bento do Sul4266601086
TOTAL191429704884

Das 394.090 doses recebidas, 301.170 serão reservadas para a segunda dose dentro do intervalo estabelecido para cada fabricante; de 10 a 12 semanas para a AstraZeneca; de 12 semanas para a Pfizer; e de 28 dias para a Coronavac. As demais recebidas, um total de 92.920, serão encaminhadas aos municípios para aplicação da primeira dose.

“As vacinas encaminhadas para aplicação da primeira dose serão para a vacinação dos adultos com idade entre 30 e 39 anos. Essa vacinação deve ser realizada de forma decrescente, da maior idade para a menor. Sendo que, do total de doses recebidas, cada município deve destinar 30% para a vacinação dos trabalhadores industriais”, esclarece o superintendente de vigilância em saúde, Eduardo Macário.

A distribuição dessas doses para as 17 Unidades Descentralizadas de Vigilância em Saúde começa na quarta, 28, pela manhã.

DOSE 2

O estado também vai enviar 36.270 doses da vacina Pfizer aos municípios de Florianópolis (10.530 doses), São José (7.020 doses), Tubarão (4.680), Joinville (4.680), Blumenau (4.680) e Palhoça (4.680) para aplicação da segunda dose. A distribuição destas doses seguirá a remessa de primeira dose encaminhada conforme Nota Técnica Nº 018 GEDIM/DIVE/SUV/SES.

Também serão distribuídas 83.430 doses da vacina do laboratório AstraZeneca/Fiocruz para garantir a segunda dose das pessoas que iniciaram o esquema em 18 de maio. A distribuição destas doses seguirá a remessa de primeira dose (D1) encaminhada conforme Nota Técnica Nº 021 GEDIM/DIVE/SUV/SES.

Tão importante quanto tomar a primeira dose da vacina contra a Covid-19 é completar o esquema vacinal com a segunda dose. “Para as vacinas com indicação de aplicação de duas doses, a proteção só ocorre depois que a pessoa toma a segunda dose. Então, a gente reforça a importância de retornar ao local de vacinação, no prazo agendado pelo município, para completar o esquema. Só assim, conseguiremos controlar a circulação do coronavírus no estado e registrar, cada vez menos, casos graves e mortes pela doença”, ressalta a gerente de imunização da Diretoria de Vigilância Epidemiológica, Arieli Schiessl Fialho.

Levantamento realizado pela Dive nesta segunda-feira, 26, mostra que 125.220 pessoas que tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid-19 não retornaram, no tempo adequado, para tomar a segunda dose. Os dados são do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SiPNI), do Ministério da Saúde.