Canoinhas tem maior número de candidatos a vereador desde a redemocratização


Sérgio Teixeira da Silva /Divulgação

Em 40 anos, cidade nunca alcançou 147 candidatos, como neste ano

 

 

RECORDE

Em 40 anos de história da política canoinhense, o número de candidato a vereador quebrou recorde neste ano. São 147 candidatos, 17 a mais que no ano de 1992, quando 130 pessoas pretenderam uma vaga na Câmara de Vereadores, até então o recorde desde a redemocratização do Brasil.

 

 

O número se deve ao fim das coligações na proporcional. Sem chances de se aglutinar com outras siglas para sobreviver, partidos menores tiveram de ir à luta para se manter. Dessa forma, a fim de aumentar as chances de conseguir pelo menos uma cadeira na Câmara, rebolaram para completar as 15 candidaturas possíveis. Quanto mais votos somar, mais chances têm de atingir o quociente, que em Canoinhas deve ser em torno de 3,7 mil votos. Cada vez que o partido atinge o quociente elege um vereador.

 

 

 

 

 

Apesar do esforço, PRTB (9) e Cidadania (3) não conseguiram atingir a meta. Partidos que tradicionalmente apoiavam siglas maiores como o PDT e o Democracia Cristã conseguiram completar a nominata em um esforço e tanto.

 

 

 

Já partidos como PSB, PTC, Republicanos, DEM e PT tendem a extinção em Canoinhas por não lançarem nem um nome sequer para a disputa proporcional. Destes, apenas o PSB apoia candidatura na majoritária, no caso, a de Norma Pereira (PSDB). A extinção de partidos-carrapato, que iam na esteira de partidos maiores coligando na proporcional, é justamente o que pretende a minirreforma eleitoral. O Brasil tem 33 partidos, a maioria nanicos e sem grande expressão, desfrutando do fundo partidário, que ficará inacessível àqueles que não elegerem parlamentares em 2022.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O FIM DO PT?

Destes partidos elencados sem candidatos a vereador, chama a atenção a degradação do PT, que já teve dois vereadores na mesma legislatura na Câmara de Canoinhas entre 2008 e 2012, no auge dos governos Lula/Dilma. Sérgio Moreira, que foi candidato a prefeito de Canoinhas em pelo menos três eleições pelo PT, migrou para o MDB depois de décadas militando nas hostes petistas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PECULIARIDADES

Começou a disputa para ver quem chama mais atenção pelo nome de urna escolhido para o pleito pela Câmara de Canoinhas. Tem nomes como Tarzan, Papai-Noel, Jardineiro Poeta, Pasteleiro, Cuiudo, Dirceu Borboleta Vaquinha e, olha só, a volta do Genérico.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

REFERÊNCIAS

No País, a eleição terá 103 candidatos que usam o nome “Bolsonaro”, a maioria disputando vagas nas Câmaras pelo PSL e PRTB. Haverá também três Trumps. Em Brusque, o escritor João Teles Santana fundiu os dois. Vai usar “Donald Trump Bolsonaro” nas urnas. Se não desse para registrar este nome, ele contou à coluna Painel, da Folha de S.Paulo, que usaria “Coronavírus”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NÚMEROS

Os 526 mil pedidos de registro de candidatura computados até o momento para as eleições municipais de novembro já representam um recorde no número total de candidatos, de postulantes do sexo feminino e, pela primeira vez na história, uma maioria autodeclarada negra (preta ou parda) em relação aos que se identificam como brancos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SANTA CATARINA

Santa Catarina terá o maior número de candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador em pelo menos 20 anos nas Eleições 2020. O Estado já registra 21.371 candidaturas, segundo o sistema DivulgaCand, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O número é parcial, mas já aponta para um recorde de candidaturas no Estado ao menos desde 2000.

 

 

 

 

 

 

Até então, as eleições de 2012 tinham o maior número de postulantes a prefeito, vice e vereador, com 17.662 concorrentes a esses três cargos nas cidades de SC.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

R$ 1,3 bilhão

é quanto a pandemia permitiu que governantes desviassem em recursos públicos, segundo 44 operações da Polícia Federal

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 





Deixe seu comentário: