sexta-feira, 21

de

janeiro

de

2022

ACESSE NO 

Câmara de Três Barras aprova projeto de lei que proíbe linguagem neutra nas escolas

Últimas Notícias

- Ads -

Texto segue agora para sanção, ou não, do prefeito Luiz Shimoguiri (PSD)

APROVADO

A Câmara de Vereadores de Três Barras aprovou por unanimidade nesta quarta-feira, 18, projeto de lei de autoria do vereador Ernani Wogeinaki Junior (PSL) que proíbe a linguagem neutra nas escolas e instituições de ensino superior do Município. O projeto emula texto proposto pela deputada federal Giovana de Sá (PSDB) no âmbito federal. Na prática, assegura que a linguagem neutra, que não identifique o sexo, não seja praticada nas escolas. O texto se refere ao “direito ao aprendizado da língua portuguesa de acordo com as normas legais de ensino estabelecidas com base nas orientações nacionais de Educação, pelo Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa e da gramática elaborada nos termos da reforma ortográfica ratificada pela Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.”

“Fica expressamente proibida a denominada ‘linguagem neutra’, do ‘dialeto não binário’ ou de qualquer outra que descaracterize o uso da norma culta na grade curricular e no material didático de instituições de ensino públicas ou privadas, assim como em editais de concursos públicos”, segue o texto.

Ao defender o projeto, Wogeinaki disse que o texto gira em torno das “ideologias de gênero”. “A questão de ideologia de gênero, de sexualidade, tem de ser tratada no âmbito familiar e não no ambiente escolar”, e citou exemplos de linguagem não binária como “amigxs, irmane e todxs”. “Pessoas disléxicas teriam dificuldade de aprendizado”, argumentou. “Seriam palavras fora das leis nacionais. Queremos garantir o direito que esse tipo de linguagem não seja introduzido nas escolas. Que as ideologias sejam discutidas em outros âmbitos e não nas escolas”, complementou.

O texto segue agora para sanção, ou não, do prefeito Luiz Shimoguiri (PSD).





NÃO ATENDIDA

Vereadora Josi Gazaniga (MDB) fez um pronunciamento nesta quarta, 18, indignada por estar há quase um mês aguardando que requerimento de sua autoria endereçado para o Executivo seja colocado em discussão na Câmara. “Não entendo o porquê de esse requerimento não ter sido colocado nem em votação. Espero que entre na próxima sessão, senão vou requerer diretamente na prefeitura”, disse.




1 minuto

foi quanto durou a audiência pública para discutir o Plano Plurianual para os próximos quatro anos em Três Barras






LICITAÇÃO

Canoinhas abriu licitação para pavimentação asfáltica das ruas Alfredo Bach com 211,38 metros de trecho entre as ruas Virgilio Trevisani e Roberto Ehlke; Pastor George Weger, com 373,81 metros entre as ruas Nazir Cordeiro e Fauri de Lima; e Alfredo Mayer,

com 188 metros entre as ruas São José e Agenor Fabio Gomes.





FEMININA

As vereadoras Silmara Gontarek (PL), Tatiane Carvalho (MDB) e Juliana Maciel (Podemos) vão compor a Procuradoria da Mulher da Câmara de Municipal de Canoinhas. Silmara é a titular e as outras duas vereadoras, adjuntas.

A Procuradoria terá como função, entre outras coisas, receber, examinar e encaminhar aos órgãos competentes denúncias de violência e discriminação contra a mulher.





UP

Prefeito de Major Vieira, Adilson Lisczkovski (Patriotas), aumentou a margem de empréstimo consignado aos servidores públicos municipais de 30 para 35%.






SAÚDE

Divulgação

Prefeito de Canoinhas, Beto Passos (PSD), esteve com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga durante sua viagem nesta semana à Brasília.

O prefeito participou de reunião com o ministro na tarde desta terça-feira, 17, em Brasília, na condição de presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região do Contestado (Cisamurc). Passos e presidentes de outros consórcios municipais de Santa Catarina e do Paraná foram até Brasília reivindicar o reconhecimento pelo Ministério da Saúde de serviços prestados à população pelos municípios via consórcio.





EU TAMBÉM

Divulgação

Quem também esteve em Brasília participando de uma reunião com o deputado Darci de Mattos na Secretaria Nacional de Habitação em Brasília, foi o prefeito de Major Vieira Adilson Lisczkovski. Ele conversou com o secretário Alfredo Eduardo dos Santos.
Na pauta, programas de moradia para Major Vieira.




DE MOLHO

Divulgação

Somente uma forte gripe, com uma dor intensa no pulmão e cansaço freou o ritmo de trabalho intenso da deputada Paulinha, que desde segunda, dia 16, depois da live com a deputada federal, Tabata Amaral, se recolheu para tratar da saúde na UPA de Bombinhas.

A deputada postou nesta quarta, dia 18, em suas redes sociais uma mensagem, explicando o seu quadro clinico, que temeu que pudesse ter contraído novamente a Covid-19.  Deixou claro que fez o teste e deu negativo,  que já está medicada, se cuidando e que logo estará ligada no  “220”.