Câmara de Canoinhas denuncia construtora de Residencial ao Ministério Público Federal


Casas do Residencial Nossa Senhora Aparecida, em Canoinhas, foram financiadas pelo pela Caixa/Arquivo

Asfalto do Residencial apresenta uma série de problemas

 

 

DENÚNCIA

A Câmara de Vereadores de Canoinhas está cobrando ação imediatada da Implantec, empresa responsável pela construção do Residencial Nossa Senhora Aparecida, sobre a má qualidade do asfalto. O caso será denunciado ao Ministério Público Federal, sediado em Mafra.

 

 

 

Segundo a vereadora Telma Bley (MDB), crateras, valetas e várias oscilações marcam o asfalto do Residencial. Ela afirma que a base do asfalto foi feita de cascalho, o que favorece a umidade e consequentes rachaduras. “Insistentemente fazíamos reuniões com engenheiros da Implantec. Sempre nos enrolavam. Não precisamos de explicações, precisamos de obras bem feitas”, afirma Telma. “A construtora nos ignora, ignora uma obra de má qualidade que custou milhões. O asfalto está muito feio. A obra precisa ser refeita logo para que não passe o prazo de garantia.”

 

 

 

 

O assunto é recorrente. Desde que o Residencial foi inaugurado em 2016, as reclamações sobre a má qualidade do asfalto começaram. De lá para cá, a situação só piorou.

 

 

 

A Caixa Econômica Federal foi a responsável por contratar a Implantec, sediada em São Bento do Sul. A empresa só recebeu o valor total da obra depois de engenheiros da Caixa atestarem a qualidade da obra. Portanto, ambos são responsáveis.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

REPRESSÃO

Telma contou que sentiu pressão da chefia regional da Caixa, sediada em Joinville, para abandonar o assunto. “Não vamos deixar nos intimidar”, garantiu.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MAU CHEIRO

O vereador Wilmar Sudoski (PSD) acrescentou outro problema: o mau cheiro provocado pelo sistema de esgoto. A empresa culpa os moradores por descartarem material inapropriado no esgoto.

 

 

 

 

 

 

 

CAÓTICO

A situação da sobra de combustíveis por causa da pandemia é tão grave que a Petrobras está buscando tanques para estocar gasolina.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FICA PRA DEPOIS

Deputada federal Carmen Zanotto/Arquivo

A negativa de Carmen Zanotto (Cidadania) ao convite do governador Carlos Moisés (PSL) para assumir a pasta da Saúde dificulta, mas não impede totalmente a possibilidade de Norma Pereira (PSDB) assumir a sua vaga no Congresso. A decisão mostra, no entanto, uma característica bem peculiar de Carmen: ela é extremamente pragmática, ou seja, só vai para a disputa pela prefeitura de Lages se tiver absoluta segurança na vitória.

 

 

 

 

 

 

 

 

RAFAEL

Vereador Cel Mario Erzinger (PL) se mostrou preocupado com a exoneração de Rafael Roeder da pasta do Planejamento por causa da continuidade do trabalho desenvolvido pelo engenheiro. Oficialmente, o governo Passos ainda não se pronunciou sobre a exoneração nem para agradecer a Rafael, muito menos para anunciar seu substituto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

US$ 4 bilhões

foi quanto Eric Yuan, idealizador do aplicativo Zoom, ficou mais rico com o boom do app de videoconferências depois da pandemia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OS MAIS ATINGIDOS

Com 94% de queda no faturamento, o setor de turismo é o mais atingido economicamente pela pandemia. Eventos (-93%), software (-30%) e peças para veículos (-28%) vêm em seguida.

 

 

 

 

Na outra ponta, o setor de comida cresceu 126%.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AVALIAÇÃO

O grupo de trabalho criado pelo Tribunal Superior Eleitoral para avaliar as condições para realizar as eleições municipais neste ano acha que isso poderá ocorrer sem a necessidade de esticar mandatos. No máximo se adiaria a eleição para dezembro. Até agora, após duas semanas de funcionamento, a conclusão é de que há condições para isso, embora alguns procedimentos tenham de ser adiados e outros, alterados completamente. A ideia é que o grupo de trabalho analise semanalmente se esse cenário irá mudar.

 

 

 

 

 

MAS E É

Em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo há dois meses, a esposa do ex-ministro Sérgio Moro, disse que via ele e Jair Bolsonaro como “uma coisa só”.

 

 

 

 

 

 

UTIs

O jornalista Elio Gaspari revelou um dado surpreendente. A rede privada de hospitais dispõe de 15.898 leitos de UTIs, enquanto a rede pública tem 14.876 leitos. A ociosidade da rede privada chega a 50% enquanto que a rede pública está a beira do colapso.

 

 

 

 

 

 

 

OFF

O juízo da 2ª Vara da comarca de Urussanga deferiu tutela de urgência para garantir a um vereador do município de Morro da Fumaça o direito de gozar 60 dias de licença sem remuneração para tratar de assuntos relacionados à saúde de sua família. Com 63 anos e comorbidades, o vereador tem filho recém-submetido a transplante de rins e solicitou a licença para poder resguardar-se em isolamento social, com receio de contágio pela covid-19.





Deixe seu comentário: