quinta-feira, 23

de

setembro

de

2021

ACESSE NO 

Cachorra doente é jogada em rio no Campo d’Água Verde, em Canoinhas

Últimas Notícias

- Ads -

Bombeiros conseguiram resgatar o animal que recebeu tratamento veterinário

 

 

 

Recebeu alta nesta sexta-feira, 5, uma cachorrinha que foi encontrada quase morta em um rio no Campo d’Água Verde, em Canoinhas, no dia 25 de fevereiro. Ela foi resgatada pelos bombeiros de Canoinhas. Uma testemunha viu momento em que a cachorrinha, que já estava bastante adoentada, foi jogada no rio. Desesperada, ela correu para resgatar o animal, mas não conseguiu. Contatado, o Grupo Resgates acionou os bombeiros, que conseguiram resgatar o animal já em coma. O Grupo levou a cachorrinha ao veterinário Marlon Voigt, da Prontovet, onde ela passou os últimos dias internada.

 

 

 

 

 

VÍDEOS MOSTRAM O RESGATE E A RECUPERAÇÃO DA CACHORRINHA

 

 

 

Segundo a vereadora Tatiane Carvalho, do Grupo Resgates, a cachorrinha estava com bicheira e seborreia. Ela deduz que os tutores do cão não quiseram arcar com os custos do tratamento veterinário e, simplesmente, decidiram matar a cachorra afogada.

 

 

 

 

Felizmente, a história da Rio, como foi batizada a cachorrinha, teve um final feliz. Recuperada, mas não totalmente, ela foi adotada e já está na casa do novo tutor.

 

 

 

 

Sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro em setembro do ano passado, a nova lei de maus-tratos a animais pune com prisão de dois a cinco anos, multa e proibição da guarda crimes como este.  Antes, a pena era de detenção de três meses a um ano, além de multa.