quinta-feira, 21

de

outubro

de

2021

ACESSE NO 

Brasil enfrenta sua maior crise sanitária e juros sobem pela 1ª vez em seis anos em destaque nos jornais desta quinta-feira

Últimas Notícias

- Ads -

18 de março de 2021

 

O Globo

BC faz maior alta de juro em uma década para conter inflação

A decisão do Banco Central (BC) de subir a taxa básica de juros, Selic, de 2% para 2,75% na quarta-feira pegou boa parte dos analistas de surpresa. O consenso é que o BC decidiria pela primeira alta desde 2015, mas que seria mais contida, para 2,5%.

Apesar da surpresa, os economistas de mercado ouvidos pelo GLOBO receberam bem a decisão e mesmo a indicação de que o Comitê de Política Monetária (Copom) deve subir novamente a Selic em 0,75 pontos percentuais na próxima reunião.

 

 

 

 

 

 

 

  • Congresso dá perdão a dívidas das igrejas
  • O avanço da catástrofe: média de 2 mil mortes por dia
  • Câmara limita uso de escutas em investigações
  • OCDE monitora retrocesso no combate à corrupção no Brasil
  • STF deve julgar caso de Lula antes da suspeição de Moro
  • Sem apoio do governo federal, lockdown torna-se um desafio
  • Estado do Rio corre para abrir leitos, mas fila para UTI já tem 276 pessoas
  • Lesões no corpo de enteado de vereador, de 4 anos, levam polícia investigar morte

 

 

 

 

 

 

 

O Estado de S. Paulo

COLAPSO – BRASIL ENFRENTA SUA MAIOR CRISE SANITÁRIA

Pela primeira vez, a média móvel diária de mortes por covid-19 ficou ontem acima dos 2 mil óbitos, no 19.º recorde consecutivo. A pandemia, classificada pela Fiocruz como “o maior colapso sanitário e hospitalar da história do Brasil”, se caracteriza pela junção de fatores: alta sem controle de casos, superlotação de leitos de UTI em todo o País, o que leva muitos pacientes à fila de espera por uma vaga que às vezes não chega, vacinação em ritmo lento e, por fim, o agravamento da crise sanitária de forma simultânea em todas as regiões. Das 27 unidades da Federação, 25 Estados e o Distrito Federal estão com taxas de ocupação dos leitos de UTI para casos de covid iguais ou superiores a 80%. Com índices de isolamento muito baixos e sem seguir o exemplo de nações que adotaram lockdown e reduziram infecções, brasileiros já são barrados em mais de 100 países.

 

 

 

 

 

 

  • Igrejas terão perdão de mais de R$ 1 bilhão em multas
  • BC eleva Selic a 2,75%, primeira alta em 6 anos
  • O presidente entre Guedes e Michelle
  • Injúria na internet

 

 

 

 

 

 

 

Folha de S. Paulo

Juros sobem pela 1ª vez em seis anos

A escalada persistente dos preços, observada nos últimos meses, levou o Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central a elevar a taxa básica de juros (Selic) em 0,75 ponto percentual, a 2,75% ao ano, nesta quarta-feira (17).

A Selic estava em seu menor patamar desde agosto do ano passado, a 2% ao ano, como resposta à crise gerada pela pandemia de Covid-19.

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Com recorde, média móvel de mortes fica acima de 2.000
  • Para 56%, Bolsonaro é incapaz de liderar o país, aponta Datafolha
  • Saúde fornece máscaras impróprias a profissionais
  • Congresso derruba veto e perdoa dívida de igrejas
  • Após protestos, Doria revê ICMS de leite e carne
  • Juiz da Lava Jato mantém bloqueio de bens de Lula
  • Veja cenários eleitorais e legais do petista ante decisões do Supremo
  • Prédio de jornal pega fogo após ser atacado em Olímpia (SP)
  • São Paulo antecipa para amanhã doses a pessoas de 72 a 74 anos
  • Pesquisadores criam ’embriões simulados’ em laboratório
  • Facebook pagará à News Corp, de Murdoch, por notícias na Austrália
  • Tribunal japonês julga inconstitucional barrar casamento gay
  • Biden fala em revide e chama Putin de assassino
  • Maior fluxo migratório em 20 anos desafia gestão democrata