Bradesco paga R$ 2,5 milhões pela folha de pagamentos da prefeitura de Canoinhas


Agência do Bradesco de Canoinhas/Google /Divulgação

Contrato começa a vigorar em janeiro de 2021 e tem validade até 2026

 

FOLHA

O Bradesco arrematou em pregão a folha de pagamentos da prefeitura de Canoinhas que será exclusivamente sua até 2026. O Bradesco já era o banco responsável por fazer os pagamentos do funcionalismo público do Município desde o primeiro governo de Leoberto Weinert (MDB). A cada renovação, eles conseguem manter a folha. Foi o caso do pregão da semana passada, do qual somente o Bradesco participou.

 

 

 

O valor do arremate é recurso ordinário, também chamado de “livre” destinação, ou seja, será utilizado nas mais diversas ações de governo, no entanto, no início do próximo exercício o prefeito Beto Passos (PSD) deve decidir melhor forma de utilização do recurso.

 

 

 

 

O secretário de Administração de Canoinhas, Diogo Seidel, explica que o edital foi bem aberto justamente para fomentar a competitividade, mas isso não ocorreu porque o Banco do Brasil não trabalha com esse tipo de serviço e a Caixa Econômica só participa através de dispensa de licitação limitado a R$ 1 milhão, o Sicoob desistiu de participar e o Itaú alegou a pandemia (poucos funcionários trabalhando) para não participar do certame. Dessa forma, somente o Bradesco participou do pregão. Seidel diz que fez uma ampla pesquisa em licitações realizadas nos últimos anos. “Relacionamos todos os valores finais praticados e chegamos a esse valor de R$ 2,488 milhões como valor médio praticado no mercado. Como tínhamos somente um banco corríamos o risco de perder dinheiro, como já imaginávamos que isso pudesse acontecer lançamos esse valor previamente”, explica. O dinheiro entra na conta da prefeitura até o final deste ano.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LUCRO

O que faz uma folha de pagamento valer R$ 2,488 milhões? Os empréstimos são a menina dos olhos dos banqueiros. Como os mais de mil funcionários públicos municipais vão receber pelo Bradesco, terão a sua disposição um portfólio de modalidades de empréstimos, entre eles, o imbatível consignado (descontado em folha), o filé mignon do sistema bancário.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

R$ 1,2 milhão

devem ser devolvidos de recursos da Câmara de Canoinhas para o Executivo nesta quarta

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DE FORA

O Governo do Estado repassou nesta terça-feira, 22, mais de R$ 106,6 milhões para o pagamento de 512 emendas impositivas, conforme o JMais mostrou ontem. Entre as cidades contempladas estão Bela Vista do Toldo, Irineópolis, Itaiópolis, Major Vieira, Monte Castelo, Porto União e Três Barras, porém, Canoinhas ficou de fora. Dos 295 Municípios catarinenses, somente 72 ficaram chupando o dedo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Meu mandato como vereadora termina aqui, mas eu como cidadã continuarei vereadora”

de Norma Pereira, em sua despedida do mandato ontem

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

HOMENAGEM

Como último ato de mandato, o vereador cel Mario Erzinger propôs homenagear com uma moção de parabenização Wilson Ludka, canoinhense que trabalha há anos com sonorização dos mais diversos eventos, uma testemunha ocular da história local.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Mais vale um grama de lealdade do que um quilo de inteligência, mesmo que precisemos pagar um alto preço (…) Ser leal pode ter um preço a pagar”

do vereador cel Mario Erzinger, em discurso de despedida ontem na Câmara

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

INVESTIGADO

Jessé Lopes/Bruno Collaço / AGÊNCIA AL

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) autorizou o Ministério Público (MPSC) a investigar criminalmente o deputado estadual Jessé Lopes (PSL), que tem foro privilegiado. Em novembro, ele incitou seus seguidores nas redes sociais a não usarem máscara, contrariando decreto estadual e recomendação das autoridades de saúde.

 

 

“Neste feriado saia de casa!! Vá viajar, vá no parque ou na praia!! E se puder não use máscara!”, publicou o parlamentar.

 

 

Para o MPSC, a conduta de Jessé Lopes pode ser enquadrada no Artigo 286 do Código Penal, que fala em ‘infringir medida sanitária que tenha como objetivo evitar a propagação de doença contagiosa’.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Me considero um felizardo por fazer parte da história de Canoinhas”

do vereador Paulo Glinski (PSD), em sua despedida ontem da Câmara

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RESPEITO

Vereador Paulo Glinski (PSD) destacou em sua despedida da Câmara de Vereadores que os vereadores da atual legislatura sempre se respeitaram. Pode ser, mas em uma sessão quente em março de 2019 a vereadora Camila Lima (MDB) chamou o colega Wilmar Sudoski (PSD) de bipolar. Este, por sua vez, rebateu afirmando que “os remédios não estariam fazendo efeito” para a colega.

 

 

 

 

Na sessão de ontem, ao se despedir, Camila fez questão de citar Sudoski como primeiro entre seus agradecimentos, afirmando que “o senhor merece estar aqui.”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VOVEREADOR

Chamado de “nosso bruxo oficial” pelo presidente da Câmara de Vereadores, Paulinho Basilio (MDB), Célio Galeski (PSL) também fez sua despedida do Legislativo lembrando que nos seus cinco mandatos foi vereador junto com os pais de Basilio e de Camila Lima (MDB).

 

 

 

Galeski revelou ainda quem foi, na sua visão, o melhor vereador ao longo de seus cinco mandatos: Silmar Golanovski, que não conseguiu se reeleger. Galeski o usou como exemplo para consolar Cel Mario Erzinger (PL).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Vereador Paulo (Glinski) foi meu maior professor”

do presidente da Câmara, Paulinho Basilio, em seu discurso de despedida

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PERDA

O vice-prefeito eleito de Jacinto Machado, no Sul de Santa Catarina, José Francisco de Aguiar (PSL), morreu na segunda-feira, 21, vítima de covid-19. Conhecido como Zezinho, o político de 63 anos é a 11ª vítima da doença na cidade.





Deixe seu comentário: