Beto Passos arrecada o dobro de Norma Pereira em recursos financeiros


Beto Passos e Renato Pike/Divulgação

Enquanto Passos arrecadou R$ 122,3 mil até o momento, Norma arrecadou R$ 59,7 mil

 

 

 

 

ME DÁ UM DINHEIRO AÍ

Beto Passos (PSD) arrecadou até o momento R$ 122,3 mil e já gastou R$ 88,5 mil. Quem mais empatou dinheiro na campanha até o momento é o vice-prefeito Renato Pike (R$ 47,8 mil), seguido do coordenador de campanha, Paulo Glinski (R$19 mil). 38,74% do valor total arrecadado foram gastos com pessoal.

 

 

 

Norma Pereira (PSDB) arrecadou até agora R$ 59,7 mil, dos quais gastou até o momento R$ 34,5 mil. A candidata e o partido foram quem mais aportaram recursos na campanha. R$ 20 mil de Norma e R$ 20 mil da Direção Nacional do Partido da Social Democracia Brasileira.

 

 

 

 

Ivan Krauss (PRTB) arrecadou até agora R$ 1,5 mil aportados por ele mesmo. Não há registro de gastos.

 

 

 

 

 

Em Três Barras, Marco Antonio de Sousa (MDB) foi quem mais arrecadou até o momento. Ele recebeu R$ 39 mil do diretório do partido e perto de R$ 30 mil de doações, somando R$ 68,4 mil.

 

 

 

Gilson Nagano declarou que arrecadou R$ 18,2 mil até o momento, tendo gastado R$ 3,5 mil até agora. Luis Shimoguiri (PSD) declarou ter arrecadado R$ 5,6 mil até o momento.

 

 

 

 

Edson Rocha (Avante), Carmito (DC) e André Neves (PRTB) não declaram fundos.

 

 

 

 

Em Bela Vista do Toldo, Adelmo Alberti (PSL) arrecadou R$ 60 mil e gastou R$ 51,9 mil. O dinheiro veio todo do partido. Carlinho Schiessl (PDT) arrecadou R$ 20 mil com a direção nacional do PDT. Gastou R$ 15,1 mil até agora.

 

 

 

 

Já em Major Vieira, Hélio Schroeder (MDB) arrecadou R$ 42 mil e gastou R$ 26,6 mil. R$ 39 mil vieram do fundo do partido. Aline Ruthes (PSDB) arrecadou R$ 20 mil e gastou R$ 19,8 mil. O dinheiro veio da direção nacional do PSDB. Adilson Lisczkovski (Patriota), por sua vez, arrecadou R$ 7,9 mil e nada gastou. O dinheiro também veio do partido.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TAMO JUNTO

Vereadores Célio Galeski (PSL) e Cel Mario Erzinger (PL) comemoram ontem a exclusão do governador afastado Carlos Moisés (PSL) do inquérito sobre a compra de respiradores chineses ao custo de R$ 33 milhões.

 

 

 

 

 

 

 

 

PODE ESCAPAR

Reprodução

Com a Polícia Federal livrando Moisés do inquérito dos respiradores, vai ficar mais difícil vingar o segundo pedido de impeachment, que parecia certo até ontem, frise-se. A inesperada (para os deputados) ascensão de Daniela Reinehr também conta a favor de Moisés, que pode ser livrado na votação definitiva do primeiro processo de impeachment por causa do reajuste dos procuradores do Estado.

 

 

 

Dos cinco desembargadores que compõem o tribunal, quatro votaram inicialmente pelo arquivamento do caso. Luiz Felipe Siegert Schuch foi o único a votar para continuidade do processo. O voto de Schuch, porém, não necessariamente significa que ele considerará o governador culpado. Para condená-lo em definitivo, ao menos um dos quatro desembargadores que defenderam o arquivamento precisaria mudar sua interpretação.

 

 

 

 

A absolvição de Moisés é um cenário possível porque, de acordo com a legislação, nesta nova etapa são necessários ao menos dois terços dos votos para condená-lo. Na votação que decidiu abrir o processo, bastava maioria simples.

 

 

 

 

Portanto, caso o placar anterior se repita, o governador estará inocentado e reassumirá seu posto. Até mesmo um empate em 5 a 5 inocentaria Moisés.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TIRO PELA CULATRA

Tem ainda o fator tiro pela culatra por parte dos deputados, que ficaram, na visão deles, com a pior parte deste governo, que é a vice Daniela Reinehr. Caso Moisés seja afastado definitivamente, ela será governadora até 2022, possibilidade que os deputados abominam tanto quanto mais dois anos de Moisés.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Temos pessoas boas em todos os partidos e pessoas péssimas em todos os partidos”

do vereador Paulo Glinski (PSD) criticando a chamada “nova política”, que se apresenta como pura, quando, na visão dele, não é este rótulo que garantirá a idoneidade de ninguém

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O MUNDO NÃO VAI ACABAR

Vereador Paulo Glinski (PSD) mandou indireta para os beligerantes na sessão de ontem afirmando que ganhou quatro eleições com propostas e que ataques pessoais não ganham eleição. “No dia 16 o mundo vai continuar e vamos seguir nossas vidas”, lembrou.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ILUSTRES

Dois desembargadores que passaram por Canoinhas como juízes de comarca fazem parte do tribunal do segundo pedido de impeachment do governador Carlos Moisés (PSL), esse justamente sobre a compra de respiradores. Rosane Portella Wolff, Luiz Antônio Zanini Fornerolli atuaram em Canoinhas nos anos 1990.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ME INCLUA FORA DESSA

Vereadora Norma Pereira (PSDB) destacou na sessão de ontem que votou a favor da mudança no Estatuto do Servidor Público que permitiu que benefícios como bônus por titulação fossem concedidos. Ela reclamou de boatos de que ela teria sido contra o benefício aos servidores.

 

 

 

 

 

 

PELAS REDES

Ivan Krauss (PRTB) e sua candidata a vice Professora Patricia Martins Padilha assumiram o compromisso em valorizar o trabalho dos artesãos do Município. Krauss também postou manifesto favorável aos fumicultores. “Assinamos publicamente o TERMO DE COMPROMISSO, dando a nossa palavra de que apoiaremos SIM a essa classe. O Dr. Ivan Krauss está em mãos com a assinatura e a pauta lavrada dando ênfase e ampla atenção ao setor do fumo”. Também parabenizou os servidores públicos e afirmou que as duas vacinas que “salvariam o Brasil” seriam “a prisão em segunda instância e o fim do foro privilegiado”.

 

 

 

 

 

Norma Pereira (PSDB) postou vídeo de reunião com moradores do Alto da Tijuca, com quem firmou compromissos. “Canoinhas eu conheço bem e o seu bairro também. Por isso vou cuidar com carinho, atenção e muita dedicação não só do Alto da Tijuca, mas de todos os bairros e localidades da nossa querida Canoinhas. Você pode confiar!”. Também publicou fotos e vídeos de visitas ao distrito de Paula Pereira, ao bairro Alto das Palmeiras e passou a focar no voto feminino. “Mulher tem uma habilidade incrível, de fazer bem feito, muitas coisas ao mesmo tempo. Então se você reconhece o Poder que a Mulher tem, levanta a bandeira e grita bem alto EU VOU COM ELA no dia 15 e vote no 45”, postou.

 

 

 

 

 

Já Beto Passos (PSD) postou foto do filho e depoimentos de eleitores. Também postou vídeo de visita ao Residencial Nossa Senhora Aparecida. Ele prometeu equipamentos de lazer como academia ao ar livre e quadra esportiva no residencial. Nesta quarta postou vídeo homenageando os servidores públicos pelo seu dia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CARTEIRA

Foi apresentado no Plenário da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira, 27, o projeto de lei que cria a carteira de identificação estudantil de Santa Catarina digital. A proposta estabelece que a emissão vai ser feita pela Secretaria de Educação estadual de forma gratuita. O documento vai garantir o acesso dos estudantes a salas de cinema, teatros, eventos de lazer, educativos, esportivos e de entretenimento pela metade do preço em todo o território catarinense.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SALA DE AULA

A proposta que prorroga até o final de 2021 o contrato de professores admitidos em caráter temporário (ACTs) foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira, 27. O projeto é do governo do Estado e autoriza a prorrogação, em caráter excepcional, dos editais de processos seletivos dos ACTs.





Deixe seu comentário: