Benefícios da refeição em família

Créditos da imagem: https://br.depositphotos.com

Hábito colabora para evitar a obesidade

 

De acordo com estudo publicado no periódico científico Pediatrics, da Academia Americana de Pediatras, o convívio familiar durante as refeições é aliado no combate à obesidade. Para concluir isso, pesquisadores investigaram a rotina alimentar de mais de 182 mil crianças e adolescentes.

 

Além disso, um estudo realizado pelo National Center on Addiction and Substance Abuse, da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, destaca a valia de reunir a família em volta da mesa para prevenir outros males, como tabagismo, uso de drogas e distúrbios alimentares, portanto, há ganhos para a saúde física e a mental, já que, entre pratos, há maior aproximação entre os membros da família, e o reflexo da sensação de acolhimento à mesa se evidencia no humor e até mesmo na autoestima.

 

Segundo psicólogos, jantares, almoços e mesmo desjejuns são excelentes oportunidades para dialogar. Dessa maneira são discutidas indagações mais complexas ou constrangedoras, o que colabora para diminuir o estresse e melhorar o sono.

 

Um estudo realizado em 13 países – incluindo o Brasil – pela empresa Unilever, aponta que 30 minutos é o tempo médio de uma refeição em família e que cerca de 20% dos entrevistados discute sobre o trabalho enquanto come.

 

Recomenda-se incluir esses momentos no cotidiano e não apenas em datas especiais. Por fim, é melhor fazer as refeições em casa, já que, em restaurantes, fatores como barulho e presença de desconhecidos podem refletir no diálogo.

 

*Texto produzido em parceria com o portal Leet Doc

Deixe seu comentário: