Como doar para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul? Veja os canais oficiais

segunda-feira, 27

de

maio

de

2024

ACESSE NO 

Como doar para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul? Veja os canais oficiais

Bela Vista do Toldo está entre cidades cotadas para vacinação em massa contra a covid

Últimas Notícias

Governo do Estado quer tornar cidade com menos de 7 mil habitantes como exemplo

- Ads -

 

 

LABORATÓRIO

Bela Vista do Toldo pode ser escolhida para abrigar o projeto do Governo do Estado de vacinação em massa visando observar o comportamento do coronavírus diante de uma população massivamente vacinada. O município é uma das 130 cidades catarinenses que estariam aptas para receber o estudo pelo fato de terem menos de 7 mil habitantes. Apenas um município deve ser selecionado.

 

 

 

 

Segundo o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, a cidade será definida por meio de um ranking que avaliará alguns critérios como a vulnerabilidade social e altas taxas de letalidade e incidência da doença. “Ainda vamos tentar entender esse novo cenário e fazer o ranqueamento daqui uns dias. Além disso, estamos tentando conseguir as doses para que esse processo possa acontecer”, afirmou.

 

 

 

 

 

Prefeito de Bela Vista do Toldo, Adelmo Alberti (PSL) diz que recebe a perspectiva de forma positiva, mas destaca que acha difícil que a cidade seja escolhida devido a baixa taxa de letalidade. “Com certeza não nos enquadraremos nesse item. Tivemos quatro óbitos para 6 mil habitantes. Acho que esse critério pode excluir Bela Vista”. Ele lembra que casos proliferam na cidade porque “testamos mais”. Segundo ele, 30% da população já foi testada. “Por isso aparecem mais casos confirmados, mas não agravados”.

 

 

 

 

 

Alberti diz que se Bela Vista for contemplada com vacinação em massa é uma ótima notícia porque “só a vacina vai garantir que voltemos à normalidade”. Ele reforça a importância de ter colocado em vigor decreto que reduziu a circulação de pessoas. “Já tivemos 90 casos ativos e hoje temos 20”, compara.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

POSSIBILIDADES

Ex-prefeito Leoberto Weinert/Arquivo

A aprovação nesta quarta na Câmara dos Deputados do projeto de lei que relaxa a Lei de Improbidade Administrativa dá esperança a Leoberto Weinert (MDB) de ver caducada  a sentença que o condenou a perda dos direitos políticos por oito anos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ACTs

O anúncio do governador Carlos Moisés (PSL), de que nenhum professor de 40 horas na rede estadual receberá menos de R$ 5 mil em Santa Catarina, vai incluir os efetivos ativos e inativos, e também os Admitidos em caráter temporário (ACTs), os trabalhadores temporários da educação. Mas a medida não mexe com o piso do Magistério no Estado, que hoje é de R$ 2,8 mil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

63,3%

dos professores com 40 horas semanais recebem hoje menos do que o piso prometido

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PRESSÃO

Senador Dario Berger no encontro regional do MDB em Canoinhas/Divulgação

O senador Dário Berger pediu ao Diretório Estadual do MDB que o presidente do partido, Celso Maldaner, se afaste do cargo temporariamente se pretende participar da disputa interna para escolha de candidatos ao Governo do Estado em 2022. Os dois estão nas prévias marcadas para agosto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PREOCUPAÇÃO

Durante a sessão ordinária desta quarta-feira, 16, o deputado Neodi Saretta (PT) falou sobre a baixa procura dos grupos prioritários para a vacinação contra a gripe.

 

 

 

 

Conforme dados da Secretaria de Estado da Saúde, foram vacinados até o momento 30% do total previsto pela pasta para os grupos prioritários. A meta é vacinar, até o dia 9 de julho, pelo menos 90% dessa parcela da população.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MATRÍCULA

Está pronto para ser votado em Plenário da Assembleia de SC o projeto de lei que proíbe cobrança de taxa superior a 10% do valor da matrícula como penalidade por cancelamento antes do início das aulas nas instituições de ensino superior privadas em Santa Catarina. A proposta foi aprovada pela Comissão de Educação nesta quarta-feira, 16. A iniciativa é de autoria do deputado licenciado Altair Silva (PP).

 

 

 

Também foi aprovado e está pronto para ser votado em Plenário o projeto de lei que proíbe o Estado de compensar dívidas tributárias por meio de desconto ou retenção de pagamento de verbas emergenciais e prêmios para o setor cultural. Além disso, impede que o governo estadual exija certidões de negativa de débitos para o acesso a editais lançados pelo Executivo para a área.

 

 

 

 

Por último, a Comissão aprovou a proposta que regula o Programa Energia é Saúde e Inclusão Social (Pesis). A iniciativa prevê que repasses financeiros de dividendos e juros vindos da Celesc sejam aplicados em hospitais filantrópicos e municipais e na Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) para promover saúde e inclusão social.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OBESIDADE

Na sessão ordinária desta quarta-feira, 16, a Assembleia Legislativa aprovou projeto de lei do deputado Jair Miotto (PSC) que obriga hospitais, clínicas e laboratórios da rede pública a disponibilizarem equipamentos adequados para pessoas com obesidade grave.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MOTOCIATA

O presidente Jair Bolsonaro confirmou, no fim da tarde desta quarta-feira, 16, que virá a Florianópolis em agosto para uma agenda que inclui um encontro com empresários e uma “motociata”. Ele gravou um vídeo ao lado do senador Jorginho Mello (PL), informando que fará dois roteiros – um em Chapecó, ainda este mês, e um na Capital.

- Ads -
Olá, gostaria de seguir o JMais no WhatsApp?
JMais no WhatsApp?