Areia Movediça e a importância de se impor limites aos filhos


Divulgação Netflix

Série da Netflix mostra a que ponto chega uma mente sem limites

 

 

ATÉ O FUNDO DO POÇO


Está no catálogo da Netflix a interessante série sueca Areia Movediça. Não é a melhor produção europeia que já chegou a plataforma, mas deixa-se ver facilmente. Com apenas seis episódios de menos de uma hora, a série acompanha a protagonista Maja Norberg, uma estudante que tem sua vida transformada ao conhecer Sebastian Fagerman.

 

 

Inicialmente ela vive a típica história de Cinderela. Sebastian é milionário, vive com o pai em um mansão e, logo de cara, oferece para ela uma viagem de barco pelo maravilhoso litoral sueco. Tudo perfeito, com vários empregados a disposição e muita mordomia, recheada de beijos, abraços e amassos. Até aí tudo perfeito.

 

 

Aos poucos, no entanto, os problemas vão aparecendo. Sebastian não é tudo aquilo que Maja achava dele, mas aí já é tarde demais. Ela está completamente apaixonada e entregue a ele.

 

 

Mas a série começa pelo fim. Vemos Sebastian e Maja entrando na sala de aula da escola onde estudam –  a mais cara de Estocolmo – e abrindo fogo contra o professor e os colegas. “Atiram Maja, atira”, diz Sebastian. Atira em quem? Maja comungou do macabro plano com Sebastian? Quem matou quem?

 

 

São as perguntas que estimulam o espectador a acompanhar os seis episódios.

 



 

A trama de Areia Movediça é bem construída e ganha um elemento ainda mais atraente ao abordar os limites que pais riquíssimos dão aos filhos. Sabemos que Sebastian vive com o pai ausente, que nenhuma importância dá a ele. Essa total ausência dá a Sebastian a liberdade que todo adolescente deseja. O que ele faz com essa liberdade? Mesmo que de forma superficial a série discute esse tema tão em voga no momento, quando sem encontrar sentido para a própria existência, adolescentes se matam, matam os outros ou, em casos ainda mais extremos, tiram a vida dos próprios pais. Isso quando não entram em escolas, como Sebastian, e promovem chacinas achando que a falta de limites dada pelos pais inclui tirar a vida dos outros.

 

 

Na semana passada recebi um vídeo que ajuda a entender como Areia Movediça não é ficção. Trata-se de uma participação do psicoterapeuta Leo Fraiman no programa da TV Gazeta, Todo Seu. Vale assistir antes ou depois de Areia Movediça:

 

 

 

FÊNIX NEGRA ESTREIA NESTA QUINTA NO CINEMAX

O CineMax Canoinhas estreia nesta quinta-feira, 6, junto com o circuito nacional, a mais nova aventura dos X-Men. Ainda na onda feminista desperta pelo MeeTo, o filme aborda a história da Fênix Negra.

 

 

Ambientado em 1992, Charles Xavier (James McAvoy) está lidando com o fato de os mutantes serem considerados heróis nacionais. Com o orgulho a flor da pele, ele envia sua equipe para perigosas missões, mas a primeira tarefa dos X-Men no espaço gera uma explosão solar, que acende uma força malévola e faminta por poder dentro de Jean Grey (Sophie Turner).

 

 

O filme estreia em três horários (16h45, 19h e 21h15). Veja os horários do fim de semana na agenda que o JMais publica todas as sextas.





Deixe seu comentário: