Anúncio de pavimentações de Passos dá largada para eleições do ano que vem

Secretário de Planejamento, Rafael Roeder, Passos e Morgana durante coletiva de imprensa/Edinei Wassoaski/JMais

Oposição se apressou em desqualificar conquista do prefeito

 

 

DADA A LARGADA

O anúncio de que a Caixa autorizou empréstimo no valor de R$ 19,5 milhões para obras de pavimentação em Canoinhas nesta semana deu a largada para a disputa pelas eleições municipais do ano que vem. De um lado, claro, Passos busca registrar uma marca para seu governo, o que pode lhe dar passe para o segundo mandato. A oposição sabe disso e não deixou o anúncio por menos. Acusou Passos de fazer dívida para o próximo governo pagar.


 

 

 

De fato, a dívida será paga pelo próximo prefeito, que pode, ou não, ser Passos, já declaradíssimo candidato a reeleição. Mas o prefeito não está inventando a roda. É prática comum prefeitos fazerem empréstimos para seus sucessores pagarem. Beto Faria (MDB) fez isso para Passos e Leoberto Weinert (MDB), por sua vez, havia feito isso para Faria. Desde que se comprove capacidade de pagamento, não há mal nisso.

 

 

 

Cobertor curto, a arrecadação municipal é baixa com ISS e IPTU, os dois impostos de competência exclusiva do Município. Como um pai de família que só tem recursos para pagar alimentação, escola dos filhos, plano de saúde e manutenção da casa, para comprar um carro ou fazer uma viagem de férias, precisa recorrer ao financiamento. Os prefeitos fazem o mesmo. Os recursos federais e estaduais, via de regra, vêm carimbados para manter saúde, educação e programas sociais. Não tem essa de tirar daqui para por ali.

 

 

 

A arrecadação de ISS não é nenhum estouro e em relação ao IPTU ainda existe muita inadimplência. Os repasses de Fundo de Participação dos Municípios (FPM) também vêm diminuindo, mas já foi pior no governo Beto Faria.

 

 

 

De qualquer forma, os meses seguintes serão decisivos. A boa execução das obras anunciadas por Passos terão, sem sombra de dúvida, reflexo na população, o que se converterá em votos. A oposição vai explorar a dívida protelada para o próximo governo. Se isso será levado em consideração pelo eleitor ou não será decisivo para o próximo pleito.

 

 

 

4,9%

ao ano, é a taxa de juros a ser paga por Canoinhas a partir de 2021 pelo empréstimo da Caixa

 

 

 

FATOR X

Há outro fator que creio ser tão importante quanto as obras em si para manter Passos na prefeitura. A capacidade de compor coligação na majoritária será decisiva assim como foi em 2016. Refrescando a memória do leitor, lembre-se que naquela ocasião Renato Pike (PL) era a “noiva” da vez, que encantava tanto Passos quanto Faria. Acabou optando por Passos. Sua decisão definiu a eleição. E agora? O quanto Pike tem de força para eleger um prefeito?

 

 

 

O próprio dobra a aposta. Fontes ligadas ao PL e ao PSD confirmaram à coluna que, em longa conversa, Passos e Pike decidiram desfazer a parceria em 2020. Pike tomará outro rumo, lançando candidatura próprio do PL ou apoiando outro candidato. Passos, por sua vez, já começou a busca por um vice.

 

 

 



 

NADA DEFINIDO

A secretária de Administração de Canoinhas, Morgana Lessak, disse durante a coletiva de quinta-feira na prefeitura que somente Canoinhas tinha conseguido financiamento junto à Caixa para as obras de pavimentação. Três Barras e Bela Vista do Toldo, não. Estava enganada. Três Barras segue pleiteando R$ 15 milhões para obras de pavimentação. Nenhuma resposta foi dada até o momento pela Caixa.

 

 

 

 

BOMBA

Longa investigação sobre gestor da região está em vias de conclusão na sede da Polícia Federal em Joinville.

 

 

 

 

CHICO FORA

A Câmara de Vereadores de Canoinhas volta do recesso em agosto com nova vereadora. Beatriz Pazdiora assume a suplência do PL. Chico Mineiro se afastará do cargo por pelo menos um mês. A ideia é tentar fazer com que o povo esqueça o escândalo no qual Mineiro se envolveu depois de ser acusado de furto de uma caneta em uma loja da cidade.

 

 

 

 

FESTA DO TIRO

Foi aprovado nesta semana no plenário da Assembleia, Projeto de Lei que insere no calendário oficial de eventos do Estado de Santa Catarina a Festa de Canoinhas.

 

 

 

“Esse importante movimento cultural e esportivo que teve início em 1922 com a vinda dos primeiros imigrantes alemães para o planalto norte, atualmente é considerada a mais antiga festa de atiradores do Estado e uma das mais antigas do Brasil. Neste ano, será realizada a 65ª edição da festa”, disse o autor do projeto, Fernando Krelling.

 

 

 

 

BRITADOR

A prefeitura de Canoinhas já efetuou a compra de um britador móvel ao custo de R$ 1,1 milhão. Deve ser entregue em até 30 dias.

 

 

 

30 dias

é a expectativa para o reinício dos trabalhos do Estacionamento Rotativo em Canoinhas

 

 

 

EMENDA

Vereador Paulinho Basilio, líder da bancada do MDB, juntamente com as vereadoras Camila Lima (MDB) e Telma Bley (MDB), formularam pedido para que fosse encaminhado com urgência um ofício ao prefeito Beto Passos, e para a secretária Municipal de Administração, Morgana Lessak, solicitando para que sejam repassados os valores de R$ 100 mil para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Canoinhas, e mais R$ 100 mil reais para o Hospital Santa Cruz de Canoinhas (HSCC). O recurso foi creditado no dia 15 de julho na conta do município, por meio de emenda do deputado federal Carlos Chiodini (MDB), segundo os vereadores. Eles solicitaram também para que fosse encaminhado cópia dos ofícios para as instituições.

Deixe seu comentário: