Alunos da escola Almirante Barroso entregam primeiro ‘Cavalo de Lata’


Entrega foi realizada na manhã desta quinta-feira, 28/Fotos: Biluka

Protótipo foi desenvolvido por alunos e professores do projeto

 

 

 

Na manhã desta quinta-feira, 28, foi realizada a entrega do primeiro Cavalo de Lata, projeto desenvolvido pelos alunos da Escola de Educação Básica Almirante Barroso para auxiliar catadores de recicláveis, com apoio da Brasil Veículos através do vice-prefeito Renato Gurtinski. Participaram também da entrega, o prefeito Beto Passos, o coordenador regional de Educação Ethel Jacomel  e o presidente da Câmara de Vereadores, Célio Galeski.

 

 

 

A escola Almirante Barroso faz parte do Ensino Médio Integral no qual o núcleo articulador faz parte com diversos projetos, entre eles o Projeto de Intervenção, onde os alunos do 2.º ano são orientados para observar problemas decorrentes da cidade e solucioná-los. O grupo de alunos que desenvolveu o projeto foi direcionado para a área de Cidadania, e a ideia surgiu através da observação de um problema atual e cotidiano de Canoinhas: a situação precária dos carroceiros, que após a aprovação do projeto de lei que proíbe a tração animal no município, perderam o seu meio de trabalho e sustento.

 

 

O evento mostrou a importância dos catadores de material reciclado e alunos contaram como foi desenvolvido o projeto durante alguns meses. A entrega do primeiro Cavalo de Lata foi feita para o aluno Vítor Manoel Batista. Carroceiros presentes no evento também receberam cestas básicas, das quais parte dos alimentos foi arrecadado e doado pelo Projeto de Intervenção Canoinhas Fitness Fair realizado neste mês.

 

 

 

Renato Pike, vice-prefeito, ex-aluno do Almirante e apoiador do projeto, definiu que o Cavalo de Lata teve uma história emocionante, que visa dar uma alternativa para os catadores que usam a tração animal e a parte social.

 

 

O projeto surgiu de uma iniciativa dos próprios alunos, quando viram que o colega, que era catador de recicláveis, deixou de ir para a escola quando começou a ser implantada a Lei que proíbe a tração animal em Canoinhas. A Lei foi implantada no município por causa dos cavalos, que muitas vezes acabam sacrificados pela exaustão causada pelo trabalho.

 

 

 

Sensibilizados com a situação do colega que teve de passar mais tempo na coleta de recicláveis e parou de ir às aulas, os alunos correram atrás de apoio e construíram uma bicicleta coletora, adaptada à uma carretinha de metal, que foi construída na sala de robótica da escola.

 

 

Prefeito Beto Passos em sua fala lembrou que, “o dia foi maravilhoso próximo aos sensíveis alunos que demonstraram preocupação com as pessoas que usam esse meio para tirar o sustento e desenvolveram esse bonito projeto para auxiliar. Parabéns alunos, professores e direção”.

 

 

 

Por fim os alunos, professores, direção e presentes fizeram a seguinte menção: “Que a luta de todos os carroceiros possa ser de cada um de nós também! Carroceiros, obrigado por manter nossa cidade limpa e harmonizada, transformando nosso lixo o vosso sustento”.

 

 

 

Alunos que compõem e realizaram o projeto: Ana Laura Bileski, Arthur Bisswurn, Debora Cristina, Elen Cristine, Estéfani da Silva, Gabriel Custódio, Geovana Follador, Giuliana Lívia, Karina Zapora, Marcelli de Lima Cordeiro e Samantha Muller.

 

 

Professores que orientaram e participaram do projeto: Diego Sorg, Rosana Fernandes, Luciana Schissel Ignaszevski e Jane Pasa.

 





Deixe seu comentário: