segunda-feira, 15

de

agosto

de

2022

ACESSE NO 

Algoz de Beto e Pike, Adelmo Alberti completa um ano na cadeia

Últimas Notícias

- Ads -

Ex-prefeito de Bela Vista do Toldo fez acordo de colaboração premiada

O DELATOR

Esta quarta-feira, 6, marca um ano da prisão do ex-prefeito de Bela Vista do Toldo, Adelmo Alberti. O que teria tudo para ser uma longa prisão como de seu par de Major Vieira, Orildo Severgnini (MDB), ficará limitado a 12 anos, com a possibilidade de liberdade já em 2024 dados os tantos benefícios que réus primários com bom comportamento tem.

Alberti só conseguiu essa façanha porque entregou seus pares em Canoinhas. Foi mediante a colaboração premiada de Alberti e do seu ex-secretário Claudinei Ribeiro, o Baixinho, que o Ministério Público chegou em Beto Passos e Renato Pike, desencadeando a sétima fase da Operação Et Pater Filium.

Foi uma virada digna de um filme (vai que o livro que Alberti escreve no cárcere vira um). O arquiteto do esquema denuncia comparsas e se livra de uma longa estadia na cadeia. Foi exatamente o que aconteceu. Segundo o próprio ex-prefeito, foi ele quem sugeriu a Passos turbinar seus ganhos comprando os caminhões e usando Joziel Dembinski, seu velho conhecido, como laranja.

Alberti não inventou a roda da corrupção no Planalto Norte, mas que deu boas aulas a Beto Passos, principalmente, isso deu. O aluno, contudo, cometeu “pecados” como ele mesmo disse, indo com o próprio carro e o irmão negociar os caminhões em Curitiba e comprando um posto de combustíveis bem no centro da cidade.

Alberti provou ser o mais esperto que todos os presos nas sete fases da Et Pater Filium, complicando a situação de Passos e Pike para salvar sua própria pele. Parece ter dado certo.



LIMITE

Alberti pode ter uma mente maquiavélica para delatar os companheiros, mas não foi isso que pesou em sua decisão de abrir a caixa de ferramentas. A prisão da esposa, acusada de ameaçar uma testemunha foi a gota d’água.



FOI ALI E JÁ VOLTOU

Diogo Seidel esteve nesta segunda-feira, 4, na prefeitura. Quer assumir seu posto de administrador efetivo. Quem o viu imagina que esteve em algum resort nos últimos três meses. Nada de abatimento e uma única convicção: é um injustiçado.



O BUSTO QUEBROU

Vereador Marcos Homer (Podemos) tanto fuçou que descobriu: quebraram além do coreto, o busto do dr Haroldo Ferreira, que ornava a entrada da Prefeitura. O Município informou que a imagem será restaurada.


ELEFANTE EM LOJA DE CRISTAIS

Antes de fazer uma reforma em sua casa certifique-se que não está contratando a mesma empresa que está reformando o jardim da prefeitura.


VOLTAS E VOLTAS

Apesar da pressa do relator Marcos Homer (Podemos), a Comissão Processante do Impeachment parece ter voltado a estaca zero, a julgar pela última reunião, realizada nesta semana. Agora eles deliberaram por pedir cópia da denúncia que pesa contra Renato Pike ao Ministério Público.



NEM UM NEM OUTRO

Deputado Julio Garcia/Divulgação

A Folha de S.Paulo trouxe um dado surpreendente no fim de semana. O deputado Julio Garcia (PSD) é o único negro entre os 40 membros da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), segundo dados oficiais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A inscrição é de 2018, última eleição pela qual concorreu.

Entre as 60 pessoas eleitas para cargos políticos nas últimas eleições estaduais, apenas três se declararam negras em Santa Catarina, de acordo com dados oficiais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Segundo o G1 SC, entre o trio, o deputado federal Hélio Costa é o único que se declara preto. Os outros dois se declaram pardos, categoria somada junto a de negros pelo TSE.

Garcia diz que houve um erro no cadastro.



ESTACA ZERO

Uma decisão do Superior Tribunal do Justiça (STJ) levou a operação Alcatraz à estaca zero. Na prática, todas as ações penais podem ser extintas diante do entendimento do ministro do STJ Joel Paciornik em um recurso da empresa Ondrepsb, que é investigada na ação. Ele decidiu por anular todas as provas iniciais que foram compartilhadas pela Receita Federal com o Ministério Público Federal (MPF) e que deram origem às investigações feitas pela Polícia Federal (PF), e foi seguido por todos os membros da 5ª Turma do STJ. A operação foi deflagrada em maio de 2019 para apurar um suposto esquema de corrupção existente dentro do governo do Estado, principalmente na secretaria de Administração.



OS RISCOS

Inevitável imaginar que o mesmo possa ocorrer com a Et Pater Filium. Contudo, neste caso, houve delações e depoimentos voluntários.



VICE

O Partido Novo indicou o nome do empresário Ricardo Althoff como pré-candidato a vice na chapa que terá o promotor de Justiça Odair Tramontin como candidato ao governo de Santa Catasrina. O anúncio foi feito no fim de semana, em reunião do partido em Criciúma, no Sul do Estado.


SALDO

Santa Catarina registrou ao menos 205 acidentes causados por más condições dos trechos das rodovias federais que cortam o Estado em menos de cinco anos, de 2018 ao último mês de maio. As ocorrências deixaram 217 feridos e mataram 10 pessoas.




SANCIONADO

O governador Carlos Moisés da Silva sancionou na sexta-feira, dia 1º, o novo plano de promoção dos praças militares de Santa Catarina. A proposta havia sido aprovada dias antes na Assembleia Legislativa (Alesc), e o Executivo tinha apenas até 2 de julho para confirmar as alterações por conta da legislação eleitoral. No entanto, ao mesmo tempo em que comemora ter passado o projeto da promoção, o governo Moisés também lamenta o fato de não ter vencido na votação dos militares temporários.