Acusados de matar Pesadelo são condenados pelo júri em Canoinhas

Guilherme Rodrigues foi condenado a pena de 19 anos de prisão e Fabrício dos Passos  a 22 anos

 

 

O Tribunal do Júri da comarca de Canoinhas condenou nesta terça-feira, 14, Guilherme Rodrigues e Fabrício dos Passos. Eles são acusados de terem assassinado Marcos Becker dos Santos em outubro de 2016 no distrito do São Cristóvão em Três Barras. Marcos era mais conhecido como Pesadelo. Guilherme foi condenado a 19 anos de prisão. Já Fabrício, 22 anos de cadeia. Um terceiro acusado do crime havia sido absolvido na decisão de pronúncia.


 

 

Segundo a denúncia do Ministério Público, na madrugada de 17 de outubro de 2016, na rua Canoinhas, próximo ao Mercado Cidinho, no distrito de São Cristóvão, Guilherme e um suposto comparsa, sob as ordens de Fabrício, matou Marcos com disparos de arma de fogo.

 

 

 

Ele foi atingido na região torácica por um dos projéteis, que transfixou seu corpo e lhe provocou, além das lesões corporais descritas no laudo pericial de exame cadavérico, choque hipovolêmico, resultando na sua morte por hemorragia interna.



 

 

 

A morte de Marcos teria sido motivada depois que ele denunciou para a Polícia um membro de uma organização criminosa que seria liderada por Fabrício. “O crime foi praticado por meio de recurso que dificultou a defesa do ofendido, pois a vítima foi atingida de surpresa, uma vez que caminhava pela rua e foi alvejada na parte lateral posterior das costas, sem que pudesse esperar tamanha agressão e defender-se desta”, anotou a Promotoria na denúncia. Cabe recurso.

 

 

Atuaram na defesa dos réus os advogados Luis Freitas Neto e Alisson de Camargo.

 

 

Deixe seu comentário: